Cromoterapia: “Ultra Violet” é eleita a cor do ano


Por Thaís Lira

Nunca falei sobre cromoterapia aqui no blog. Sempre me interessei por esse assunto (por conta da relação que as cores têm com o universo das artes). Mas há uma explicação para isso: apesar de saber bastante sobre a Psicologia das cores, não tinha conhecimento nem mesmo básico sobre cromoterapia. 

E tem algo sobre mim, que pode ser interessante você saber para convivermos (risos): quando gosto de algum assunto em específico, sempre encontro uma maneira de expandir meu conhecimento sobre ele.  E especialmente esse ano, expandi muito meu conhecimento sobre assuntos relacionados as terapias complementares e medicina alternativa. Cromoterapia está nessa gama de assuntos que escolhi estudar em 2017. Investi em um curso básico de 120h. Apesar de não ter a profundidade que adoraria possuir sobre o assunto, já me sinto pronta para introduzi em meus conteúdos. Espero muito que gostem de tudo o que pretendo trazer este ano aqui no blog.

pantone-cor-do-ano-2018-ultra-violet
Fonte: Comunicadores.Info

Hoje em especial, vamos falar sobre a “Cor do Ano” definida pela Pantone. Aos que não sabem, a empresa é conhecida mundialmente por sua definição de cores e padrões gráficos todos os anos. Usa-se um sistema muito inovador e inteligente para fazer essa definição (relaxa que, no final do artigo, disponibilizei links úteis).

cores-do-ano
Fonte: Juicy Santos

Para 2018, a cor eleita foi “Ultra Violet” ou 18-3838. Que de maneira resumida, é a cor da criatividade e imaginação.

pantone-color-of-the-year-2018-tools-for-designers-beauty
Fonte: Pantone

Leatrice Eiseman (CEO da Pantone Colour Institute) sempre faz um pronunciamento objetivo e interessante a respeito da cor escolhida. Veja:

“Vivemos em tempos que precisamos de criatividade e imaginação. É essa energia criativa e inspiradora que nos traz a cor ultra violet, um roxo resultante do azul escuro, que eleva nossas expectativas aos mais altos níveis”. 

pantone-color-of-the-year-2018-tools-for-designers-fashion
Fonte: Pantone

Sem dúvidas, uma excelente escolha. Criatividade e Imaginação, são duas características importantíssimas para o desenvolvimento de um ser humano e uma sociedade como um todo. Porém, o violeta tem um significado que vai muito além do superficial – muito além do que veremos na moda, no design, na gastronomia, na arquitetura nos próximos meses.

Vamos conversar um pouco mais sobre isso?


Informação extra: Acho importante vocês saberem que os materiais que estou usando para o melhor desenvolvimento desse artigo, são os meus materiais de estudo. O primeiro módulo que estudei, foi formulado pelo Incisa (Instituto Superior de Ciências da Saúde). Material oferecido no Curso de Pós-Graduação em Psicologia Transpessoal.


1. O que é Cromoterapia?

imagem1
Fonte: Agência Wing

A cromoterapia é uma ciência que consiste no estudo sobre as cores e a ação enérgica que elas possuem -especialmente- para fins terapêuticos. Justamente por isso, a cromoterapia utiliza frequências luminosas, a fim de conseguir equilibrar a saúde física, mental e espiritual do indivíduo, com o objetivo de promover maior sensação de saúde e bem estar.

Essa ciência se fundamenta em três ciências:
1. Medicina: a arte de curar;
2. Física: ciência que estuda as transformações da energia, em especial no capítulo dedicado à natureza da luz – sua origem no espectro eletromagnético e seus elementos, como comprimento de onda, frequência e velocidade;
3. Bioenergética: ciência que demonstra a existência do corpo bioenergético, analisando a energia vital

Outra coisa que é importante você saber: a cromoterapia foi uma técnica reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como uma terapia alternativa altamente eficaz no auxílio para diminuição de sintomas de diversas doenças crônicas. Por exemplo, a enxaqueca.

A ciência em questão, estuda especialmente 7 cores do espectro solar. São elas: azul, anil, laranja, verde, amarelo, vermelho e o violeta. Ou seja: a cor de 2018, é -definitivamente- uma cor especial. Ela é, entre tantas, uma das cores presentes no espectro solar.

clip_image001_thumb

Espectro de cores visíveis, resultante da decomposição da luz do sol quando refratada ao passar por um prisma: a luz branca é a fusão de todas as cores do espectro solar. Via: Dicio.com.br

ultra-violet-1-1024x683

Sobre o Violeta:

Tenho uma relação especial com o violeta/roxo. Nunca soube explicar ao certo a razão de gostar tanto. Na época que dançava no Baluarte (Grupo de Dança), um dos figurinos que mais gostava, era o roxo. Em Companhia, também (era roxo com prata). A identidade visual da Companhia, é uma mistura muito inteligente e harmônica de laranja, vermelho, cinza e roxo.  A identidade visual do blog, feita pela Starta Media, é violeta/roxo com azul e laranja. A identidade da Pocket, também foi desenvolvido em roxo. Preciso dizer alguma coisa a mais sobre o quanto essa cor está presente em minha vida e sobre o quanto ela tem um significado profundo em minha história?

O mais bacana sobre a cor, é que além de ser a representatividade visual da criatividade e imaginação, o violeta também representa a transformação e transmutação. Além de ser uma cor psicologicamente influente em processos de autoconhecimento, é uma cor que contribui grandiosamente com o desenvolvimento espiritual do ser humano. No universo “cromoterapêutico”, o violeta/roxo provoca no ser humano, um desejo de busca por paz e equilíbrio entre seu mundo físico e espiritual.  O que acaba tendo total relação com o contexto bíblico/teológico, onde o o violeta/roxo é a identidade visual da majestade, realeza, sacerdócio. No universo da saúde, é uma cor ligada a processos anti-inflamatórios. E na Psicologia das cores, o roxo/violeta representa a espiritualidade, criatividade, realeza, sabedoria e resplandecência. 

Sensacional, né?

Algumas dicas para 2018:

  1. Adicione mais tons de roxo em sua alimentação; beterraba, uvas, amoras e até flores em saladas, por exemplo (comi flor pela primeira vez no Retiro de Mindfulness e adorei!).
  2. A cor violeta faz um convite à concentração, ao silêncio, provocando paz interior. Por isso, experimente usá-la esse ano em situações quais você careça de paz. Você pode, por exemplo, criar um cantinho em sua casa, para iniciação da prática meditativa, que contenha nuances de violeta.
  3. Use a cor em acessórios de moda e decoração. Além de estar super em alta, com toda certeza, provocará um efeito positivo tanto em você, quanto em seus ambientes e pessoas quais você se conecta frequentemente.
  4. Aproveite que violeta é a cor da criatividade e explore-a! Seus dias serão ainda melhores com a presença dessa cor tão especial.

    Links complementares:
  • Para conhecer a história da Pantone, clique aqui.
  • Aprenda a fazer 62 receitas com beterraba, clique aqui.
  • Ou se preferir, pode ser com cebola roxa, clicando aqui.
  • Você também pode aproveitar a alface roxa, clicando aqui.
  • E não podemos deixar as nossas queridas uvas de lado, clicando aqui.
  • Mas tem gente que prefere amora, então, pode clicar aqui.
  • Já ouviu falar sobre água solarizada? Então, você vai gostar desse artigo.

Gostou desse artigo?

Seu feedback é muito importante. Sempre será através dele que criarei as pautas do blog. Sei que meu público se interessa muito por assuntos relacionados a espiritualidade, autoconhecimento, comportamento, psique, viagens, gastronomia… Público maravilhoso! Gratidão por essa liberdade. Desejo que 2018 seja um ano transformador para todos nós.

assinatura post blog

Anúncios

3 comentários em “Cromoterapia: “Ultra Violet” é eleita a cor do ano

  1. Muito bom !
    O fato de você gostar muito do violeta?roxo talvez seja porque possa ser discípula do Mestres Saint Germain, chohan do 7º Raio Violeta de Deus.

    Curtir

  2. Na verdade, gosto da cor, desde que estudei Psicologia das cores e os significados bíblicos de cada uma delas.

    Acredito que não hajam outras razões para isso. Ou sim, por outras perspectivas não é mesmo? ❤

    Gratidão por passar por aqui, Vi. Incrível pra mim, saber que pessoas de todas as religiões, crenças, credos e culturas têm absorvido os conteúdos que carinhosamente tenho publicado por aqui.

    Lembro sempre de uma música de “O teatro mágico” que amo: “Tem hora que a gente se pergunta: Por quê é que não se junta o tudo numa coisa só?”.

    Somos um só. Todos buscando paz interna.

    Ubuntu! Eu sou porque nós somos. ❤

    Curtido por 1 pessoa

Olá! Seu comentário passará por aprovação. Se seguir nossos procedimentos, ele estará disponível em algumas horas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s