Qual o propósito de sua existência?

QUAL O PROPÓSITO DE SUA EXISTÊNCIA - BLOG PONTO DA LIRA - POR THAIS LIRA - definitiva
Qual o propósito de sua existência?

Há alguns anos atrás, publiquei em uma de minhas redes sociais, que éramos todos breves e passageiros. Falei sobre nossa temporária estádia neste mundo. Mencionei que não acreditava ser possível estarmos aqui sem um motivo, sem um “porquê”. Não consigo acreditar que termos sido colocados sob este céu, e termos tido a oportunidade de pisar sobre este solo, seja apenas um acaso do universo. Não acredito que estamos aqui, para uma vida vã, ou para vivermos em vão. E concluí meu pensamento, dizendo que enquanto questionamos tudo e todos, sentados, sem fazer absolutamente nada… O (nosso) tempo vai passando, e de repente:  Acaba-se o tempo. E com ele, vão-se os planos não realizados, os momentos não vividos, o amor não compartilhado, o tempo desperdiçado, a vida não vivida.

Acredito piamente, que cada um de nossos antepassados, passou por aqui por um motivo. E se estamos aqui, não tenho dúvidas: Há um propósito. A princípio, este propósito pode não ser muito claro a nós. Podemos demorar muito tempo para enxergá-lo, compreendê-lo e aceitá-lo. E pode ser que isso nunca aconteça. Pode ser que nossos olhos jamais contemplem o nosso real propósito na terra. Pode ser que, de repente, a vida passe. Pode ser que venhamos partir. E não haja nada além de alguém que partiu. Alguém que viveu como se nunca tivesse estado aqui.

Por outro lado, pode ser que em algum momento da vida, nosso propósito torne-se claro aos nossos olhos. Pode ser que nossos olhos o contemple, o compreenda, o aceite, e o vivamos até o dia de nossa partida. E quando isso acontecer, sentirão a dor de nossa partida, mas sobretudo, se lembrarão de quem fomos, de como vivemos. E guardarão consigo tudo o que deixamos em nosso percurso. E quando não estivermos mais aqui, e não houver mais nada de nós, ainda haverá.

Um legado.

Desde que compreendi isso, passei a tratar o porquê de minha existência, como prioridade. Mesmo havendo muitos questionamentos dentro de mim acerca do tudo, do todo, e principalmente: do EU; coloco meus olhos sobre o meu propósito. Trabalho minha mente para que ela esteja sempre direcionada à minha missão de vida.

Quando isso me ocorreu, percebi que tudo estava diferente a minha volta. Na verdade, tudo estava diferente dentro de mim.0338d5adf89b9df42ddc246749c15dee

Essa é a minha concepção sobre a minha existência.
E a sua, qual é?

Caso tenha preferência, ouça essa reflexão:

Update: Espero que tenham gostado da novidade. A ideia de reproduzir os artigos em áudio, veio a mim através de alguns amigos, há algum tempo (valeu, Ismael!). Mas foi através do super incentivo do meu irmão Raphael, que eu resolvi colocar a ideia em prática. Prometo ir aperfeiçoando, para que o áudio fique cada vez melhor a vocês.

Beijo e queijo!


FACEBOOK | INSTAGRAM | TWITTER
assinatura-blog-ponto-da-lira

Anúncios

Check-in: Pico do Urubu | Mogi das Cruzes

PICO DO URUBU CAPA - blog ponto da lira

No dia 24 de Setembro, conte aqui no blog, que pretendia conhecer o “Pico do Urubu”, situado em minha atual cidade (Mogi das Cruzes). Desde o dia que chegamos aqui, as pessoas me recomendavam este local. E isso despertou minha curiosidade. E até então, mesmo havendo conhecido muitos lugares aqui em Mogi, este tem sido o meu favorito.

RAPHAEL PICO

Não sei se posso chamar essa experiência de viagem (pois o Pico do Urubu fica muito próximo a minha casa). Levamos cerca de 15 minutos para chegar na primeira estradinha de acesso, e a subida levou (no máximo) 25 minutos de carro. Diga-se de passagem, que esse era o tempo que eu costumava levar para ir dar aula de dança, na turma mais próxima de minha antiga casa. Então, o que é distância para os Mogianos, pra mim, fica “logo ali”.

IMG_9881

O Pico do Urubu, é uma montanha com 1.140 metros de altitude e que está localizada no município de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo. O Pico do Urubu está localizado em um ponto culminante da Serra do Itapety, é um dos responsáveis pela atração de turistas ao município de Mogi das Cruzes por oferecer a prática de vôo livre o ano todo. Sua rampa é freqüentada por praticantes de vôo livre como parapente, paraglider e asa-delta, durante todo ano, mas principalmente no inverno. Ciclistas também costumam acessar a rampa para observar a bela paisagem e depois descer o desnível de 370 metros em relação ao marco zero da cidade. Em seu cume tem se uma visão de 360°. Olhando para o norte vê-se ao longe a Serra da Mantiqueira, ao oeste as cidades de Suzano, Poá e Itaquaquecetuba, ao leste a extensão da Serra do Itapety e ao sul a visão panorâmica de Mogi das Cruzes com a Serra do Mar ao fundo. (Via Wikipédia)

IMG_9837

Apesar de haver inúmeras queixas sobre o excesso de buracos e lama, o trajeto foi relativamente tranquilo. Até por que, fomos muito bem acompanhamos pelos meus mais novos irmãos (Carol e Ale), que são Mogianos, e conhecem tudo por aqui.

Ao chegarmos no Pico do Urubu, a minha primeira reação foi: um susto do caramba, que a praga do Ale me deu! Mas beleza, tirando essa primeira reação chorar. Fiquei emocionada sim! Nunca estive em um lugar com tamanha altitude, amplitude e tão próxima a natureza. A visão é espetacular. Emociona, de verdade. De primeira, temos um “campo de areia” bem espaçoso, aonde há barraquinhas de alimentos e espaço para estacionamento. E esse campo, tem como plano de fundo, a capital de São Paulo. Uma visão quase que panorâmica.

IMG_9811

Há pedras enormes espalhadas por todo o Pico do Urubu. Infelizmente, a maioria está pichada. Apesar de amar arte urbana, entendo que a natureza já é a própria arte. Exuberante. Não precisa de mais nada. Se acrescentar, estraga. Entende? Mas, continuando…

IMG_9871

Num ponto ainda mais alto (onde há uma escada e uma rampinha de acesso), há uma área com bastante grama. Um lugar ideal para quem quer montar sua barraca e fazer seu piquenique.

Este lugar, dá a segunda visão proporcionada pelo local; a cidade de Mogi das Cruzes. Dá pra ver a cidade inteirinha! O seu estava limpo, o que colaborou muito.

pico do urubur

O Pico do Urubu é conhecido por ser um dos lugares mais bacanas de São Paulo, para quem pratica saltos de parapente. Demos sorte, e acompanhamos três saltos. Temos vídeos. Mas, estão com o Rapha. Então, fica de olho aqui no blog, ou em meu Instagram, pois iremos publicar por lá.

IMG_9905
IMG_9904
IMG_9897

O Pico do Urubu é realmente inspirador. Fiz tantas fotos, que foi difícil selecionar minhas favoritas.

IMG_9888IMG_9910

Algumas informações importantes a quem vai ao Pico do Urubu:

  • Vá com muito protetor solar. A exposição ao sol fortíssimo, e também ao ar nebuloso, pode causar sérios problemas em sua pele. Eu por exemplo, usei filtro 60, mas não foi suficiente. Estou parecendo um torresmo.
  • Não se esqueça do repelente. Apesar de não ter sido pega de surpresa por bichos estranhos, a Carol foi picada por um borrachudo.
  • Leve bastante água, papel higiênico. Não há bebedouro nem banheiro no local. Então, se bater uma vontade de fazer xixi, já sabe né?
  • Pelo amor de Deus, leve sacos de lixo. Apesar da visão maravilhosa da natureza, o Pico do Urubu está sendo afetado pela falta de higiene, educação, cidadania e humanização de algumas pessoas. O local estava tomado por lixo/substâncias completamente tóxicas à natureza (preservativos, absorventes, garrafas de bebidas alcoólicas, etc). Então, SEJA CONSCIENTE!
  • Leve sua câmera, seu monopé, seu celular, tudo o que puder para registrar esse passeio.
  • Leve um pouco de dinheiro. Mas, bem pouco mesmo. Só pra emergência, ou caso sinta fome. Nada de “maquininha de cartão”.
  • Se quiser, leve um lanche de sua casa. Vale a pena fazer um piquenique. Mas lembre-se de colocar em bolsas térmicas. O local é realmente exposto ao sol. Pode estragar seus alimentos em questão de minutos

IMG_9824IMG_983313051737_1156526654381626_7248551348814532807_n

Para fazer salto de parapente com algum praticante do esporte, você pode fazer duas coisas:

1. Ou você sobe com uma quantia em dinheiro superior a 150,00 R$ e aguarda um praticante que faça salto duplo.
2. Ou você combina antecipadamente com algum instrutor ou escola que faça os saltos no Pico do Urubu.

DSCF6916

No mais, reforço a sensação maravilhosa de estar nesse lugar. É perfeito para fotografar, meditar, falar com Deus, ou simplesmente ir pra curtir o dia com a família e amigos.

Não posso deixar de agradecer meus mais novos irmãos (Carol e Ale), que desde que cheguei a Mogi, têm sido meus melhores companheiros (daqueles que estão nos dias maus e nos dias incríveis). Eu amo vocês, verdadeiramente. E obrigada ao meu irmão Rapha, que esteve comigo, e foi super aventureiro, deixando minhas fotos ainda melhores (sim! Esse moço bonitão que aparece sozinho em algumas fotos, é meu irmão de sobrenome, sangue e alma!).

Tem alguém por aí, que já esteve no Pico do Urubu?

ASSINATURA BLOG

 

Sou de Mogi: Parque Centenário | Mogi das Cruzes

IMG_9687

Desde que mudei para a cidade de Mogi das Cruzes, ouvia falar sobre o Parque Centenário; por ser perto de minha casa (cerca de 25 minutos a pés), e por ser um lugar ótimo para ir em família, ou até mesmo sozinho. A maioria dos Mogianos que conheço, diziam: Você tem que ir! É a sua cara!”. Acabei fiando na maior vontade. O primeiro daqui de casa a ir, foi meu irmão Raphael. Ele fez fotografias incríveis, que me deixaram ainda mais curiosa. Hoje, meu irmão Raphael me convidou para ir com ele. E eu topei. Passamos a tarde fazendo muitas fotos, enquanto minha mãe e minha irmã adotada (Jéssica), curtiam o parque “com outros olhos”. Amamos a experiência. Fiz algumas fotos, quais gostaria muito de compartilhar com vocês.

IMG_9679IMG_9651

IMG_9631IMG_9704IMG_9708IMG_9644IMG_9650IMG_9628IMG_9657IMG_9660IMG_9664IMG_9666IMG_9656IMG_9667IMG_9668IMG_9669IMG_9678IMG_9699IMG_9711IMG_9723

000IMG_9684IMG_9717

IMG_9688IMG_9686IMG_9702
O lugar é inspirador, não é? Espero que tenham gostado. ❤


ASSINATURA BLOG

Inspiração do dia | Flores

Primavera:
substantivo feminino
  1. 1.
    estação temperada e amena, entre o inverno e o verão [No hemisfério sul, estende-se do equinócio de setembro (22) ao solstício de dezembro (20); no hemisfério norte, do equinócio de março (21) ao solstício de junho (20).].
  2. 2.
    fig. tempo primordial; aurora.
    “animais que existiram na p. do mundo”

“Minha doce menina, escrevo-lhe este bilhete para desejar-lhe um tanto de amor e paz neste coração tão seu (e tão meu). Tenho repousado meus olhos sobre ti, e enxergo-te murcha. Minha doce menina, aquieta-te. Acalma-te. Escrevo-lhe para desejar-lhe tranquilidade e calmaria. Escrevo-lhe para que te lembres de quem tu és, e jamais te esqueças de quem sou. Minha doce menina, tu és esperada e amada como a Primavera. Sorrio só de imaginar que em algum momento, vais vir. Tens o brilho do sol e da lua em ti. Fostes criada com tanto amor. Por quê não compreendes? Por quê tu não vês que fostes criada e movida, pelas mãos de quem rege o universo? Minha doce menina, venha depressa, volte-se a mim. Fique aqui: bem perto de mim. Minha doce menina, escuta-me: Espero-te. Venha, pois quero fazer-lhe desabrochar em felicidade. Venha! Pois, ainda que estejas murcha, florescerás. Flores-será.
(Flores-será, Thaís Lira)


Gostou desse artigo? Compartilhe Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/pontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira


 

Netfontes_ail_et_fines_herbes_Logo-1

 

 

Contato profissional: Contato@pontodalira.com.br

Semeando sonhos

A vida é uma terra fértil, onde todas as sementes que atirarmos sobre ela, germinarão e florescerão. Isso é um fato. A escolha de semear – seja o quê for – ou de não semear, é nossa. Nos pertence. Temos essa liberdade. Liberdade de escolher. E das muitas sementes que tenho “em mãos” para semear; escolhi semear sonhos. Passei a minha vida inteira, semeando sonhos. E cá estou eu, sendo privilegiada com a oportunidade de realizar cada um deles. Um a um. Um de cada vez. Sem medo, sem pressa. Certa de quê “o quê for pra ser, vai ser” e “o quê tiver que acontecer, vai acontecer”. De verdade. Cá estou eu, seguindo o meu caminho, respeitando a sincronicidade como as coisas acontecem aqui na terra, e em todo o universo. Cá estou eu, me harmonizando com o TUDO e com o TODO. Cá estou eu, em paz; respeitando o tempo de “El Rói”. Entendendo e compreendendo que Ele rege tudo, e contempla todas as coisas. E que deixar tudo em Suas mãos, também é uma escolha. E foi isso que eu escolhi. Escolhi confiar, semear, esperar e receber. Acreditando que mesmo diante de cada uma das minhas vulnerabilidades, Ele continua sendo Senhor. Ele nunca falhou, e nunca irá falhar. E que os planos que Ele tem para mim, são infinitamente mais brilhantes do quê cada um desses, quais eu mesma rascunhei. Cá estou eu, esperando pelo Senhor do tempo, que é especialista em realizar tudo em Seu tempo. O Senhor que vence minhas antecipações, minhas ansiedades, minhas desistências, meu desespero, meus deslizes… O Senhor que me controla, me ensina, me acalma, me faz compreender… E me prepara para receber e realizar todos os meus pequenos e grandes sonhos, e – muito mais que isso – me prepara para viver estes planos perfeitos quais Ele tem, e que são bem melhores e maiores que os meus. Cá estou estou, vivendo e esperando o tempo certo de tudo. Cá estou eu, recebendo de coração aberto, cada uma das bençãos que Ele reservou para mim. Cá estou eu, bem viva, e – inteiramente – pronta para viver exatamente tudo o quê nasci pra viver. Mais uma vez: Confio, semeio, espero e recebo!

“Os olhos de Deus estão sobre os caminhos dos homens,
e Ele contempla todos os seus passos.”
(Jó 34:21)

Por Thaís Lira


 

Gostou desse artigo? Compartilhe ❤ Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com 

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/pontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira

Lista: 10 destinos incríveis |Se eu pudesse, faria check-in agora!

Por Thais Lira

Bonjour! Como vai? Espero que esteja tudo em paz.

Sei que nossa passagem pela terra é breve. Mas eu sonho muito alto. E pretendo conhecer muitos lugares do mundo. Pretendo fazer varias listas como essa. Espero que gostem. Foi difícil escolher os dez primeiros que mencionaria no artigo, mas, acho que se hoje me dessem dinheiro e direito de escolher meus destinos… Seriam estes:

1. Catedral de Sao Basilio, na Russia

 

a-catedral-de-sao-basilio

 

Eu adicionei a Russia em minha lista de destinos, ha pouquíssimo tempo. Não havia parado para pensar que este poderia ser um destino sensacional. Mas, conhecendo um pouco da historia, e fazendo algumas pesquisas sobre o local, creio que valha a pena carimbar o passaporte. Não me lembro de alguém do meu convívio que tenha ido ate a Russia, especialmente Moscou. Ainda assim, o lugar me parece ser encantador; a catedral de São Basilio, por exemplo, é de tirar o fôlego. Sempre que vejo fotos dela, eu fico imaginando que esse lugar foi feito de algum tipo de doce. Da vontade de comer.  

 

2. Taj Mahal, na Índia

taj-mahal11

 

Tenho alguns amigos que estiveram na Índia. Todos eles voltaram deslumbrados. Eu passei a desejar conhecer a Índia, quando comecei a estudar um pouco mais sobre Yoga. Fiz varias pesquisas sobre a Índia; os destinos que deixam o pessoal de queixo caído, são vários. Dentre eles, a palácio Taj Mahal, cidade de Varanasi, Rishikesh, dentre outros lugares mundialmente conhecidos por sua beleza única. Eu – realmente – pretendo conhecer a Índia. Espero que eu viva o suficiente para realizar esse desejo. 

3. O Paternon de Atenas, na Grécia

O_Partenon_de_Atenas

 

Acredito que de todos os lugares que irei mencionar nessa lista, a Grécia seja um dos destinos mais interessantes e, talvez, menos procurados. Uma vez, comentei com uma colega sobre o desejo que tinha de conhecer a Grécia. Ela virou para mim e disse: “Qual a graça da Grécia?Aquele monte de templos destruídos? Ou aquelas estatuas de gente pelada?”. Sim, amiguinha! Sim! A Grécia tem uma historia riquíssima. E cada uma dessas construções, contam essa historia. Deve ser emocionante conhecer a Acrópole de Atenas, as estatuas gregas, e também, Santorini, Mykonos, Oia, Thira… 

4. Grand Canyon, em Arizona no Estados Unidos

6925740-grand-canyon-arizona

Amigos, se um dia eu pisar neste lugar… Acho que vou me decompor em lagrimas. Eu nem consigo descrever o que sinto quando vejo as imagens… Imagine estando la? Deve ser uma sensação inexplicável. E veja bem, essa é apenas UMA das dezenas de fotos que encontrei na internet. Cada foto, me deixa ainda mais apaixonada. Sem duvidas, este deve ser o lugar mais bonito do Estados Unidos. E eu quero conhecer!

5. Pirâmides de Gize, no Egito

zonsondergang bij de piramides

 

Certa vez, me envolvi em um projeto cultural na escola, onde acabei adquirindo um conhecimento bem amplo sobre a dança experimental. E me lembro perfeitamente, que durante todos os estudos que fazíamos, o Egito sempre esteve conosco – em todas as pesquisas. O que, naturalmente, despertou em mim uma curiosidade que perdura desde o inicio de minha adolescência. A arquitetura das cidades do Egito, a cultura, o deserto, o misterio por trás de cada Pirâmide… Puxa! Seria incrível conhecer esse lugar. 

6. Deserto do Atacama, no Chile.

atacamaaa

 

Minha amiga e irma, Mirella, esteve no Chile. Ele tem familiares por toda parte do Chile. Mas, nunca esteve no deserto do Atacama (um absurdo, gente! Eu sei. Eu sei). Pretendo viajar para o Chile em breve. Estou apenas esperando meus melhores amigos pararem de me enrolar (Bruno Farias e Mirella #FicaDica). De todos os destinos expostos hoje, esse é o mais próximo ao Brasil. E com certeza, um dos cenários naturais mais bonitos do mundo.

7. Istambul, na Turquia.

istambul

Acho que nesse artigo. ficou bem evidente o quanto gosto de templos, monumentos, mesquitas e obras arquitetonicas que de algum modo, remetem a um período histórico na humanidade. A mesquita Sultanahmet (mais conhecida como “Mesquita Azul”) em Istambul, é uma das mesquitas mais bonitas de la. Alem dela, tem a mesquita Suleymaniye, a Rustem Pasa, dentre outras mesquitas lindas. E a entrada é gratuita em – praticamente – todas elas. Isso me fez lembrar o amigo muçulmano que conheci ha poucos dias. Contei a historia aqui no blog, você leu? 

9. Torre Eiffel, na França 

Torre-Eiffel-Paris-França

 

Seria bem estranho se a França nao estivesse em minha lista, ne? A França me remete muitas coisas que amo, e pessoas que amo. Sempre que falo sobre a França, lembro do Rehbaim, que carinhosamente me chama de “Francesinha”. Lembro do meu filme predileto “O fabuloso destino de Amelie Poulain”, que me faz lembrar das belas trilhas sonoras de Yann Tiersen. Lembro também do filme que tanto gosto, “Midnight in Paris”, que me faz lembrar do livro que li varias vezes, chamado “A Romana”. Me faz lembrar de minha amiga De, que toca piano como ninguém, e disse que lembrou-se de mim quando viu varias francesas de coque. Me faz lembrar de minha tia Shirley, que esteve na França, mas preferiu Londres. E principalmente: Me faz lembrar o meu melhor amigo francês; Thomas. Temos uma amizade que – literalmente – ultrapassa fronteiras; conversamos sempre, enviamos imagens do nosso cotidiano um para o outro… Amo te-lo conhecido. Ele vive em Paris, e tem um respeito e amor muito grande por sua cidade. Em contrapartida, tenho familiares e amigos que estiveram na França e nao gostaram tanto assim. Acho que vai muito de perspectiva, e depende muito da expectativa. Em resumo, muita gente pensa que já estive na França; mas nunca estive. Eu amo a cultura francesa; musicalidade, cinema, moda, gastronomia, idioma, paisagens… E amo os franceses!  Acho que estar sob o céu de Paris vai ser uma experiência muito especial para mim.

10. Jerusalem, em Israel

Jerusalem-Terra-Santa-Domo-da-Rocha-e-Igrejas-turismo-religioso

 

Esse é o lugar que eu mais quero conhecer no mundo inteiro. Nao pela beleza, nem pelos belos templos, ou coisa do tipo. Existe um amor dentro de mim por Israel, que chega a arder no meu interior. Eu nem sei explicar ao certo o quanto almejo conhecer esse lugar. Eu cresci ouvindo historias maravilhosas que se passaram nestes cenários. Meu maior mentor, meu mestre, cresceu e viveu nessas ruas. E o maior (no sentido de gloria) e mais vendido livro do mundo inteiro, começou a ser escrito nessas bandas. Toda a minha raiz, parte de Israel. E eu nem sei mais o que falar… rs


 

E ai? O que acharam de minha primeira lista? Ha algum lugar da lista, qual vocês também gostariam de conhecer? Conta pra mim. Ficarei muito feliz em saber. Enviei suas historias ao meu e-mail: pontodalira@gmail.com


 

Quer anunciar aqui? Envie um sua proposta para: pontodalira@gmail.com
Quer anunciar aqui? Envie um sua proposta para: pontodalira@gmail.com

Expansão de consciência: A conversa que tive com um muçulmano

Por Thais Lira

Bonjour! Como vai? Tudo em paz por ai? Espero que sim. ❤

Thinking

Sempre digo por aqui, que gosto muito dos encontros que a vida me promove. Gosto muito de ver um lado bom em cada canto da vida. E quanto mais observo, mais absorvo. E quanto mais absorvo, mais aprendo. E quando aprendo, cresço. Hoje foi um desses dias que se pudesse repetir, eu repetiria.

Indo ao trabalho, conheci um senhor muçulmano.

Observação: Nessa vida, conheci pessoas de varias religiões; espiritas, mormons, testemunhas de Jeová, católicos romanos, anglicanos, carismáticos, adventistas, budistas, presbiterianos, metodistas, judeus, dentre outras dezenas de religiões. E o mais interessante de te-los encontrado pelos caminhos quais trilhei, foi que – independente do credo – aprendi pelo menos uma coisa com cada um deles. E hoje, tive a oportunidade de conversar com um muçulmano pela primeira vez. Foi algo realmente novo, e por isso, resolvi compartilhar a minha experiência com vocês.

Este senhor e eu, ficamos conversando por quase uma hora (ou mais, talvez); falamos sobre vários assuntos. E nos aplicamos em falar sobre a importância da arte na vida do ser humano (tudo a partir da pergunta que ele me fez: “Você trabalha com o que?”). Contei a maneira como costumo trabalhar; usando a arte para levar os alunos ao auto-conhecimento e a se conectarem com o Criador. E ele demonstrou-se muito compreensivo e interessado diante da minha resposta. Ele complementou: “Olha menina… Em minha religião, não temos grupos de coreografia, ou bandas, como existe hoje em varias igrejas. Mas eu gosto muito da arte. Eu sinto que a arte tem o poder de unir o homem ao Deus criador”. Aquela frase me abraçou. E então – curiosa como sou -, perguntei: “Qual é sua religião?”. Ele respondeu: “Sou muçulmano!”. Eu demonstrei muito interesse em saber mais sobre a religião dele. O que o deixou muito feliz. Os seus olhos brilhavam ao falar sobre suas crenças e sobre a maneira como via sua própria vida e a vida como um todo. Sua ideias, hora se uniam as minhas, hora não tinham absolutamente nada a ver com o que eu cria. Mas, me mantive calada, apenas ouvindo. Era minha hora de aprender um pouco mais da vida. E depois de falar bastante sobre sua crença e sua vida como muçulmano, ele virou para mim e disse: “Menina, eu não sei qual é sua religião… Mas, imagino que não sejamos da mesma religião. Mesmo assim, eu sinto que você é uma pessoa que esta conectada com Deus”. Eu confesso: Me emocionei de verdade. E ele continuou: “Sou muçulmano desde menino. E sempre que dizia isso para pessoas de outras religiões, era excluso. Em minha adolescência, minhas ideias e forma de pensar, não importavam para pessoas de religião diferente da minha. Muitas pessoas se afastavam de mim, so porque eu dizia que pertencia a religião islâmica. Hoje estou velho, e sempre que vou falar sobre a maneira como vejo a vida e o Deus criador, continuo sendo duramente criticado, ou me meto em um super debate religioso. O que acaba me cansando e me entristecendo um pouco. São raras as pessoas como você, que mesmo crendo de forma diferente, ouvem e demonstram respeito, sobretudo.” O interrompi e disse: “Quando eu disse ao senhor que era instrutora de dança e teatro, e que trabalhava com muitos cristãos, o senhor ouviu e me respeitou. Eu apenas resolvi retribuir o respeito”. Enquanto conversávamos, ele segurava um livrinho verde em suas mãos. Então, meus alunos chegaram. Foi quando ele ofereceu o livro para mim, dizendo: “Esse livro é muito importante para mim. E essa conversa me ensinou muito. Por isso, gostaria de da-lo de presente para você. Você pode ler, ou não. Mas, quero que sempre que olhar pra ele, lembre-se dessa conversa. E veja o meu muito obrigado! Em minha religião, temos um cumprimento; “assalamu alaikum”, que significa: “Que você permaneça livre da dor, do sofrimento e do mal”. Ele deu um sorriso largo. Então, quando ele se ia se virando para ir embora, eu disse: “E eu? Como eu respondo ao senhor?”, ele sorriu e disse: “Walaikum as salaam”, que significa “e a paz fique com você”.

A saudação não é apenas um sinal de paz, é uma indicação que a outra pessoa tem boas intenções e não deseja mal para quem quer que seja. É, também, parte de um ritual religioso muito maior praticado por muçulmanos diariamente.

Foi assim que o Criador do universo resolveu me ensinar no dia de hoje. Usando a frase do físico Albert Einstein:

“A mente que se abre para novas ideias, jamais retorna ao seu tamanho original”.

Gratidão por me ler. Tenha certeza que é uma grande honra te-lo aqui comigo. Voce ja conhece a pagina do blog no Facebook? Clique aqui e seja direcionado. Também estou no Instagram e Twitter como @Pontodalira Caso queira falar comigo por e-mail: pontodalira@gmail.com


Quer anunciar aqui? Envie um sua proposta para: pontodalira@gmail.com
Quer anunciar aqui? Envie um sua proposta para: pontodalira@gmail.com

Gratidão | Sobre o novo endereço, e leitores inteligentes

Por Thais Lira

Estou muito feliz com a direção que o blog tem tomado. Agora somos quase 3 mil almas conectadas. Estou muito grata e feliz. Não falo apenas sobre ter ultrapassado a marca de 2 mil leitores, e sobre estar chegando ao numero 3. A quantidade, nunca me atraiu tanto. Claro que é otimo abrir o blog e ver a cada dia, novos seguidores. Mas, sinto-me ainda mais feliz, por saber a qualidade dos meus novos amigos e leitores. Nos últimos meses, tenho recebido comentários tao bem construídos aqui no blog… Sinto que sao pessoas que realmente passam por aqui, para compartilhar um pouco do que carregam dentro de si mesmas. As historias incríveis que tenho lido por comentários e e-mails, as opiniões sempre verdadeiras e bem construídas, as maneiras de enxergar a vida…  Tenho aprendido tanto com vocês! Hoje, fiquei muito emocionada com um feedback que recebi. Estou passando aqui, na verdade, para deixar minha gratidão! Ainda sou uma menina, e tenho uma vida longa pela frente. Nem sei se estou pronta para ser elogiada ou criticada como tenho sido. Mas todo essa contribuição inteligente, tem sido fundamental para o meu crescimento como pessoa. E isso me importa muito! Aproveito e agradeço meu irmao Bruno Cesar, que tem sido meu técnico desde sempre. Ele me ofereceu uma grande contribuição ao tornar o blog “.com.br”, finalmente. Sou abençoada por ter todo esse amparo! Gratidão, gratidão e gratidão! ❤

aprendi-que-shakeaspesre

 


 

Update | Salve em seus favoritos o novo endereco do blog: http://www.pontodalira.com.br

The Capsula Mundi | Capsulas Orgânicas que transformam falecidos em árvores

Por Thaís Lira

awebic-caixao-organico-1

Estava lendo a matéria criada pelo awebic sobre o projeto italiano “The Capsula Mundi”.  E pouco satisfeita, fui pesquisar um pouco mais sobre o assunto, vez que despertou enorme curiosidade. Entrei no site do projeto, e li o máximo que pude. Conhecer um pouco mais sobre o projeto, me abriu um leque de questionamentos. Mas, acabei chegando em uma conclusão qual espero poder compartilhar com vocês ao longo desse artigo.

Por mais fascinante e simples que pareça a idéia de transformar pessoas falecidas em árvores, quando paramos e pensamos, não fica tão simples assim.

Mas antes de dar minhas opiniões e abrir esse espaço para possíveis discussões, vou explicar melhor do que se trata o projeto.

Os autores do projeto são designers, e se chamam Anna Citelli e Raoul Bretzel. O projeto consiste em resgatar a relação do homem com a natureza. A proposto do casal, é transformar cemitérios em florestas sagradas. Para que conseguissem fazer isso, eles criaram a Capsula Mundi, que tem o formato de um ovo. Esse ovo, seria o caixão. A grande diferença da Capsula para o caixão tradicional, é a matéria-prima. Invés de madeira (que como sabemos, é extraída das árvores, provocando desmatamento), usam um amido, que é feito a partir de sazonais e biodegradável. Sendo biodegradável, pode transformar o corpo em decomposição em nutrientes àquela árvore.

awebic-caixao-organico-3

O ponto-chave do projeto:

Como a proposta do casal é unificar os homens a mãe-natureza, para que o projeto faça maior sentido, os idealizadores propõem que a pessoa escolha sua árvore e cuide dela em vida. E quando essa pessoa vier a falecer, ela será colocada em posição fetal dentro da capsula, e enterrada. Em cima dessa capsula, será plantada sua própria árvore. Mais ou menos assim, ó:

awebic-caixao-organico-2

Ou seja: Invés de túmulos e toda aquela mórbida aparência de cemitérios, haverão árvores de vários tipos. A árvore continuará sendo cuidado pelos familiares da pessoa que fora enterrada bem ali.

Eu tentei encontrar um vídeo em Português que tenha uma explicação bem clara sobre o projeto, mas ainda não encontrei. Entretanto, achei um vídeo bem dinâmico em Espanhol, que dá pra entender bastante sobre o projeto. Espero que façam matérias em Português, bem mais elaboradas e explicativas. Prometo compartilhar com vocês por aqui, ou nas redes sociais.

Olha o que os idealizadores dizem sobre o projeto:

“Death is a mysterious, delicate and inevitable step. The dead cannot be just a technical problem, it cannot be treated as a taboo. Regardless of the religion and culture we belong to, death is a biological phenomenon, it’s the same thing for everyone. No designer ever thinks of a coffin but this becomes a way of reflecting on how distant we are from mother nature.”

“Os mortos não podem ser apenas um problema técnico, não podem ser tratados com um tabu. Independente da religião e cultura a que pertencemos, a morte é um fenômeno biológico, é a mesma coisa para todos. Nenhum designer pensa em caixões, isso se torna uma forma de refletir sobre o quão distantes estamos da mãe natureza”.

Minha opinião:

Ainda estou pensando muito sobre o assunto. Não vou à velórios, cemitérios, ou cultos fúnebres. Não por medo, ou por achar tudo mórbido demais. Eu simplesmente vejo a morte de uma maneira muito diferente da maioria das pessoas. Tão diferente, que acabo tornando-a particular. Uma forma muito minha, qual não compartilho com todas as pessoas, por que penso que nem todos compreenderiam. E como diz no cabeçalho do blog: Ser incompreendido é o destino, de todos que se parecem comigo. Se você também enxerga a vida e a morte de uma forma diferente das pessoas, entra pro meu clubinho! Inclusive, tô até pensando em criar um clubinho chamado: “Incompreendidos”.

Brincadeirinhas a parte…

A visão que tenho sobre a vida, a morte, e sobre o que vem depois dela, se enquadra bastante no objetivo desse casal. Fiquei bem fascinada com o projeto. Eu achei a ideia nobre. Amaria encerrar minha passagem pela terra dessa forma. O grande problema, é o nosso passado, nossa realidade, e todas as perspectivas que a humanidade tem sobre o nosso futuro na terra. Ainda vivemos muitos tabus, e conservamos tradições milenares a quaisquer custo. Para conseguir fazer isso, enfrentaríamos o sistema, as leis, as tradições, as religiões (e os religiosos)… Enfrentaríamos um mundo inteiro, caso ele não se aliasse a nós. Isso acaba tornando o caminho um pouco mais difícil do que parece. Ok, ok. Isso não pode ser um motivo para desacreditarmos no projeto, ou de acharmos que não poderíamos vivenciá-lo enquanto estivermos passando por aqui. A ideia é brilhante. E eu adoraria fazer parte dela. Mas, eu ainda não sei se seríamos tão sublimes, mesmo sendo tão humanos.

E vocês, o quê acham disso? Me contem nos comentários, ou me mande um e-mail: pontodalira@gmail.com

Site do projeto: http://www.capsulamundi.it/
Página Oficial no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Capsula-Mundi/391107020996379?fref=ts 


 

anuncie-728X904
Quer anunciar aqui? Envie sua proposta para pontodalira@gmail.com

 

 

A importância e os benefícios da meditação

Por Thais Lira 

paz
Quem me enviou essa imagem, foi um grande amigo, chamado Guilherme. Ele disse que se lembra de mim, todas as vezes que a vê por ai. Para ele, a menina apreciando a natureza, de coque, em sua quietude, sou eu. E bem, me identifiquei muitíssimo! Apesar de achar que ainda tenho um longo percurso até me tornar alguém com a paz que essa ilustração transmite.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira

Hoje, vamos falar sobre meditação. E como sempre, quero começar com a definição do ato. Conforme o dicionário Aurélio, “Meditação” significa:

1. Submeter a exame interior; ponderar. 2. Estudar, considerar, refletir. 3. Concentrar intensamente o espirito em algo; refletir, pensar.

Muitas pessoas de meu convívio, sabem que pratico meditação regularmente há alguns anos. A propósito, falo sobre isso em minhas palestras e workshops. A meditação me auxiliou e me auxilia muitíssimo em meus processos de desenvolvimento pessoal, e foi um grande colaborativo para a cura de uma doença que enfrentei há alguns anos atrás.

Pretendo falar sobre isso, mais adiante.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-yoga

Apesar de sempre mencionar isso em eventos, e de até realizar algumas meditações guiadas durante os eventos, a verdade é que amigos, parentes, familiares, acabam descobrindo sobre a prática, sem que haja necessidade de dizer. Acho ótimo. Pois, apesar de enxergar com clareza os benefícios do ato, e de levantar essa bandeira, não vejo necessidade de ficar “gritando aos quatro cantos do mundo”, que medito.

Algumas observações iniciais:

  • Quando digo que medito e que não pertenço a religião alguma, muitas pessoas ficam com cara de “quê?”. Observo que elas têm a dificuldade de aceitar que uma pessoa pode SIM praticar a meditação, mesmo não pertencendo a um grupo religioso. Elas acabam sempre conciliando a prática de meditar, com alguma religião. Então, se você está iniciando a prática, esteja ciente que será constantemente questionado sobre isso.
  • Outra coisa que sempre acontece com quem medita: sempre que as pessoas descobrem isso, elas acabam construindo aquela ideia utópica de que a meditação se restringe a um determinado grupo de pessoas que estão sempre equilibradas, sempre “de bem com a vida”, sempre em paz, sempre sorrindo, abraçando árvores, e pisando na terra. Acontece, que a meditação é para todos; do mais ansioso, ao mais paciente, do mais agitado, ao mais tranquilo, do mais extrovertido ao mais introspectivo, do mais comunicativo, ao mais silencio. Sem dúvidas, a meditação é para todos. Por isso, não se preocupe com as cobranças acerca disso. Faça o que é bom para você. Reprograme-se e viva de acordo com os seus próprios valores.
  • Outra coisa sobre meditar, é que muitas pessoas têm a prática como um ritual. Mas a meditação não é (em minha percepção) necessariamente um ritual. Bem, devo admitir que na iniciação do processo, foi necessário torná-la ritual, para que a partir daí, a compreendesse como parte do meu dia-a-dia. Mas atualmente, compreendo que a meditação pode ser uma prática constante, durantes as 24 horas de nossos dias. Descobri que posso praticar a meditação, executando tarefas variadas do meu cotidiano (por exemplo: enquanto vou ao mercado, enquanto caminho na rua, enquanto organizo minhas roupas, e assim sucessivamente). É importante seguir seu próprio ritmo.
  • É importante ter um momento específico de quietude. Um momento sozinho, sabe? Sozinho com seu ego, com seu superego, com sua mente, com sua alma, com seus pensamentos, com você. Uma horinha silenciosa de seu dia, para posicionar-se de forma confortável, e simplesmente refletir sobre tudo o que se passou ao longo daquele dia. Ou sobre algo em específico. Ou, inverta a ordem. Faça na primeira hora do dia, e reflita sobre tudo que poderá acontecer ao longo daquele dia. Vá adicionando a prática aos demais momentos, conforme os dias passarem.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-o-que-e-meditacao-guiada

Particularmente, gosto de amanhecer o dia, com uma meditação guiada.

Meditação guiada é basicamente quando deixamos que um fator externo conduza a nossa meditação. Esse fato ser tanto um áudio, uma música, um vídeo, ou alguém presencialmente nos conduzindo. A meditação guiada, pode ser feita em grupo. Mas ela age sempre de forma individual. Por isso, é super recomendável que você faça sozinho, em um espaço preparado para este momento.

Pausar minhas atividades diárias, para ter um momento especifico para meditar, tem sido algo muito importante em meus processos mais intensos e profundos de auto-conhecimento. Assim como, maior intimidade com o Soberano.

Em meu antigo blog, desenvolvi muitos artigos sobre o período qual tive depressão. E também contei sobre o período em que comecei a praticar a meditação guiada. Até disponibilizei inclusive, muitas meditações guiadas para download. Infelizmente, não possuo mais esse material. Mas, tenho trabalhado minha mente para compartilhar novos conteúdos sobre este assunto.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-como-quando-e-onde

Tudo começou, quando recebi meu primeiro livreto “Pão Diário”, qual continha meditações para vários dias do ano.

Desde então, passei a dedicar um momento do meu dia à fim de “examinar-me por dentro”, sem distrações. Focando apenas no meu interior.

No começo, não sabia como meditar. Apenas me sentava na cama, ficava inspirando e expirando, e ficava com a mente vazia. Ficava sem pensar em nada. Apenas isso. E fui percebendo que aquilo não causava efeito algum. Continuava sendo a mesma pessoa; cheia de magoas, cheia de raiva, ansiosa, irritada, e completamente indisposta a viver mudanças. Até que eu descobri que o que eu fazia, na verdade, não era meditar. Eu apenas fugir da realidade; esvaziando minha mente de tudo, inclusive, de coisas boas.

O ato não fazia sentido. Afinal, você precisa pensar, refletir e encontrar as respostas dentro de você. Até que recebi a oportunidade de participar de uma aula de Yoga pela primeira vez, em uma associação qual trabalhei durante um tempo precioso em minha vida. Ali, tive o primeiro contato com o que de fato era o meditar e a meditação guiada. Percebi que tudo se tratava de uma mente plena e presente.

E como isso já estava tornando-se algo recorrente em minha vida, passei a reforçar meus conhecimentos sobre o assunto. Um livro que li e marcou muito essa iniciação em minha vida, foi “Em direção à nova consciência”. Este livro só me agregou. E me fez compreender as diferenças que existem em esvaziar a mente, e AQUIETAR A MENTE a mente, a fim de ouvir a voz do Altíssimo falando em nosso interior.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-percepcoes

Acredito -de verdade- que o Supremo Criador, tem a capacidade de nos modificar por completo. E para mim, Ele SEMPRE sera o único que consegue fazer isso com o ser humano. Conectar-me com Deus, é o melhor caminho que tenho para seguir. E eu amo seguir este caminho. Mas, geralmente, enfrento certo tipo de preconceito por algumas pessoas mais religiosas. Elas sempre questionam o fato de ter uma mente aberta, para coisas que – geralmente – pessoas com as mesmas raízes que tenho (raízes do judaísmo), costumam se posicionar contra. Compreendo. Mas, como sempre digo: “eu sei em quem tenho crido”. Vejo-me livre de preconceitos e pré-julgamentos sobre as coisas. E permito minha mente para que ela se abra. Permito que minha consciência expanda, receba o novo, conheça o que não sei, me apresente ao que eu ainda não fui apresentada. Alem do mais, acredito que mesmo havendo uma grande biblioteca para me instruir (a propósito, inspiradora!) chamada “Bíblia”, nada supre a sensação de ter as minhas próprias experiências, e trilhar o meu próprio caminho em busca de Deus.

No hinduísmo, eles acreditam em um deus chamado Shiva, que tem a função de destruir o que existe, para construir algo novo no lugar. Uma crença que partiu do cristianismo, inclusive. Também acredito nesse Deus, e costumo chamá-lo de Espírito de Deus. Para mim, o Espirito de Deus atua fortemente em minha consciência, mostrando-me que todos os dias, que preciso e posso ser reconstruída por Ele. O processo de desconstrução, dói. Mas, a reconstrução sempre será recompensadora. E durante esse processo de desconstrução, aquieto-me e ouço o que o Supremo está tentando me mostrar. E então, permito-me ser reconstruída novamente. Todos os dias.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-pra-que-serve-a-meditacao

Benefícios da meditação para sua mente e espirito:

  • Você aprende a pensar e atuar com mais sabedoria e equilíbrio.
  • Aprende a desfrutar de cada instante, da melhor maneira.
  • Começa a se importar muito mais com o presente, do que passado ou futuro.
  • Perde o interesse em julgar as outras pessoas.
  • Não se rende facilmente aos conflitos. E pouco a pouco, torna-se menos interessado em debates, discussões e diálogos vazios.
  • Começa a observar que tempo e palavra, sao duas coisas preciosas, que nao devem ser desperdiçados.
  • Começa a observar o mundo a sua volta, com muito mais atenção e apreciação.
  • Sente contentamento com o que tem se tornado dia após dia. Mas sente-se cada vez mais necessitado de melhorias.
  • Sente-se conectado com as pessoas a sua volta, e com a natureza. Aprende a apreciar e contemplar tanto as pessoas, como a natureza.
  • Fica muito mais propenso às alegrias da vida, do que as tristezas.
  • Recebe melhor, todas as boas coisas da vida.
  • Torna-se verdadeiro. Torna-se quem realmente nasceu pra ser.
  • Você se conecta com Deus.

Com o passar do tempo, aprendi a meditar. Entendi duas coisas fundamentais:

1. A meditação deve ser feita frequentemente, diariamente, 24 horas por dia. Devemos ter um momento de quietude SIM, em nosso dia-a-dia. Mas devemos enxergar a meditação como parte de um processo de mudança e nova filosofia de vida.

2. A meditação não tem prazo para tornar-se funcional. Não precisamos ter pressa de chegar a algum lugar. Tudo acontece aqui, e agora. Tudo começa e termina dentro de mim, e tudo acontece no tempo em que deve acontecer.

Reflito sobre minha vida o tempo inteiro. Não de uma forma egocêntrica, como se apenas o meu próprio eu fosse importante no universo. Nada disso! Medito sobre mim, e penso sim em mim, a fim de ser alguém melhor para mim e para o outro. Medito, para estar aqui, agora, escrevendo para você. Medito para expandir.

E a prática em si, traz benefícios para a minha mente, para o meu espírito, e para meu corpo. Por falar em corpo… Quando comecei a meditar, fui observando pequenas coisas, que faziam toda diferença; por exemplo: aprendi a respirar. E bem, sou instrutora de dança. Isso devia ser uma regra. Mas foi através da meditação, que aprendi a respirar corretamente, de fato. E hoje, tenho a oportunidade de trazer isso às minhas aulas.

Fui conciliando a importância do tempo que estava dedicando a me examinar, me auto-conhecer, e me conectar com o Supremo, com uma boa postura, uma respiração correta, e todos os demais benefícios que ela proporciona para minha saúde. É um processo. E vamos progredindo, pouco a pouco.

Por sinal, você sabe quais os benefícios da pratica da meditação para a nossa saúde?

Benefícios da meditação para a saúde:

  • Reduz a dor.
  • Melhora o sistema imunológico.
  • Alivia a ansiedade, depressão, raiva, e confusão.
  • Aumenta o fluxo sanguíneo e diminui a frequência cardíaca.
  • Incentiva a inteligência e criatividade.
  • Confere uma sensação de calma, paz e equilíbrio.
  • Ajuda a prevenir doenças cardíacas.
  • Facilita o controle mental e emocional.
  • Aumenta a energia.
  • Reduz o estresse.

infografico-beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira

Você gostou desse artigo?
Não deixe de enviar seu feedback para pontodalira@gmail.com
E se essa foi sua primeira visita ao blog, seja bem-vindo e volte sempre ao nosso ponto de encontro. Siga-me nas redes sociais, também.
Bisousinhos

Update: inclui um infográfico, para que o artigo (que por sinal, está bem grande) flua de forma mais dinâmica.


assinatura-blog-ponto-da-lira