Meu primeiro vídeo no Youtube – Mania de Procrastinação

Meu primeiro vídeo no Youtube – Mania de Procrastinação

Para ser honesta, nem sei por onde começar. Há muitas coisas a serem dita, sobre a decisão que tomei, em ter publicado e divulgado meu primeiro vídeo no Youtube. Não sinto apenas a sensação de dever cumprido, ou sensação de ter enfrentado os monstros quais eu mesma criei sobre mim. Sinto sensação de plenitude, por saber que, mesmo sendo uma longa e árdua trajetória, ela está apenas começando. E valerá a pena! No vídeo abaixo, contei um pouco sobre a mania que tenho. Ou melhor, a mania que TINHA de procrastinar muitas coisas que eu queria, e devia fazer. Queria te convidar a assistir e vídeo abaixo. E se possível, leia a descrição do vídeo. E caso você se identifique, retorne aqui no blog, e leia a segunda parte desse artigo, que postarei abaixo (como complemento).

Como vocês puderam observar, neste vídeo, enfrentei todos os problemas que iniciantes costumam enfrentar; não consegui enquadrar a imagem, a nitidez foi perdida em vários momentos, não olhei fixamente para a câmera, dei inúmeras tossidelas, repeti muitas palavras… Mas, muito mais do que isso, enfrentei os meus maiores inimigos; medo, timidez, preguiça, apatia, zona de conforto, e a grande vilã: Procrastinação. enfrentei tudo isso, e realizei o que há tanto tempo, pulsava dentro de mim.

A ideia de criar um canal no Youtube, nunca havia passado por minha cabeça, até o ano de 2012. Em 2012, dei uma palestra em São Paulo, para o público jovem. E no fim da palestra, um dos participantes olhou para mim e disse: “Você devia criar um canal no Youtube. Você tem muitas coisas para transmitir às pessoas”. Naquele momento, sorri e agradeci pela ideia. Prometi que ia pensar. O tempo passou. Passou de verdade. Amigos, alunos, e até minha família, me incentivava a começar o canal.

Mas havia algo dentro de mim, que me travava: O medo.
O medo me fez pensar que não podia fazer isso. O medo me fez pensar que estaria me arriscando demais ao fazer isso. O medo me fez acreditar que estaria me expondo demasiadamente, e isso seria negativo para mim. O medo me fez pensar que eu não teria tempo suficiente para me dedicar a um canal no Youtube. O medo me fez pensar que eu não era suficiente. O medo me fez ter medo de ser julgada. O medo me travou, me paralisou, me atrasou, me bloqueou. Mas, a minha consciência me trouxe até aqui. Me conscientizei, e me vesti de coragem. E confesso: Foi libertador.

Como disse no início desse artigo, tenho muitas coisas a dizer. Sei que teremos tempo.
De antemão, quero que saibam que vocês fazem parte dessa realização. E quero muito que prossigam fazendo parte desse processo. Há muitos desafios pela frente, quais precisarei da força, da coragem, da criatividade, dos afetos, dos desabafos, das histórias, das sugestões, das recomendações, das indicações, das participações, e principalmente: do coraçãozinho de cada um de vocês. Gratidão, de verdade.

Um beijo e um queijo! ❤


assinatura-blog-ponto-da-lira

Anúncios

Entrevista: Ramai -Escritor e criador do projeto “Rimas Perdidas”

Por Thaís Lira

CAPA - ENTREVISTA RAMAI - RIMAS PERDIDAS - PONTO DA LIRA - F

Quando resolvi abrir essa coluna de entrevistas no blog, tinha um objetivo muito claro dentro de mim: Apresentar alguns dos milhares de artistas que temos em nosso país aos meus leitores.  Pois como devem observar, há muitos poetas, escritores, compositores que têm sido calado por uma onda de “artistas da cultura pop, que se formos críticos e analíticos, eles são tudo, menos artistas. Hoje, o “ser famoso” está sendo rapidamente e drasticamente confundido com “ser artista”. Então, lá vamos nós a tentativa de recuperar a arte e evidenciar os verdadeiros artistas.

Entrevista - RAMAI - Rimas Perdidas - Blog Ponto da Lira 001
Pasmem: A entrevista de hoje, foi feita com um jovem de apenas 17 anos. E teno absoluta certeza que vocês vão adorar!

Ponto da Lira: Ramai, é uma honra tê-lo comigo e com cada um de meus leitores aqui no blog. Vamos começar nosso bate-papo por uma pergunta básica? Quem é Ramai? Mas, quem é Ramais além da superficialidade?

Entrevista - RAMAI - Rimas Perdidas - Blog Ponto da LiraRamai: Ramalho Neto, conhecido por Ramai, 17 anos. Residente de Sousa, na Paraíba. Quem sou, além da superficialidade? Bom, nunca pensei igual a todos. Por isso, sempre tive dificuldades em me adaptar em ambientes comuns, com pessoas comuns. Naturalmente, tive dificuldade em fazer muitos amigos. Tenho poucos amigos. Mas o “fazer amigos” sempre foi uma questão problemática para mim. Então, a primeira coisa sobre mim, é que sou de poucos amigos. A segunda coisa importante sobre mim, é que ainda criança comecei a escrever versos e poesias. Da minha maneira, claro! Mas foi apenas aos 16 anos de idade, que passei a levar a poesia mais a sério. Aos 17 anos, criei o projeto Rimas Perdidas. Que tem crescido aos poucos. E mesmo não havendo uma legião de seguidores, aquele projeto já é minha vida.

Ponto da Lira: Sobre o que você escreve no projeto “Rimas Perdidas”?

Ramai: Escrevo sobre a realidade da vida. Mas também escrevo sobre as loucuras e as tristezas de minha própria vida. E como todo poeta, eu falo sobre o amor. Precisamos falar sobre o amor.

Ponto da Lira: Você é muito jovem. Mas já faz um trabalho muito maduro. Como foi que tudo isso começou em sua vida? Você enxerga a arte de escrever como um dom?

Ramai: Na verdade tudo na minha vida foi bastante precoce. Por isso, não me julgo um cara jovem por ter 17 anos. Eu não descobri até hoje se tenho algum dom (risos). Sempre escrevi músicas por ser apaixonado por essa arte. Mas com o tempo, eu fui lendo e descobrindo a poesia. Quando me encontrei, estava tão fissurado em transformar sentimentos em palavras, que nem percebi que havia virado um poeta. Então acho que o que fez me apaixonar pela poesia foi simplesmente ter descoberto sua existência (risos).

Entrevista - Ramai - Rimas Perdidas - Blog Ponto da Lira 005

Ponto da Lira: Então, além de escritor, você é músico? Conte um pouco sobre isso.

Ramai: A música é simplesmente poesia com instrumentos. Por tanto, ela sempre veio e vem junto comigo. Escrevo poesias e as transformo em “Ritmo e poesia” (RAP) com frequência. Às vezes penso que -quem sabe um dia- isso pode tornar-se um trabalho. Me inspiro bastante em cantores do RAP nacional em minhas sátiras. Por exemplo, Gabriel Pensador e grupo Oriente. Que são minhas maiores influências.

Ponto da Lira: Se fosse pra escolher entre ser um escritor e ser um musico, o que você escolheria como carreira?

Ramai: Acho que meu coração bate muito mais pela literatura. Neste caso, escolheria escrever. Talvez, pela calmaria que escrever me traz. Ou pela simplicidade que a escrita tem potencial de transmitir. Ou, escolheria por simplesmente ser minha maior paixão.

Entrevista - RAMAI - Rimas Perdidas - Blog Ponto da Lira 002Ponto da Lira: O que seus pais pensam sobre isso? Vocês conversam sobre sua carreira como escritor?

Ramai: Acho que meus pais não fazem ideia do quanto eu levo isso a sério. E para ser muito sincero, muitos de meus parentes, nem sabem que escrevo. Mas devo seguir meus passos. Pouco a pouco tudo acontece. Além disso, penso que meus sonhos devem caber a mim. Ainda assim, não me considero desincentivado. Pelo contrário! Eu apenas costumo não conversar muito sobre minha carreira, sobre os meus planos futuros, e sobre os meus sonhos. Pode ser puro medo meu de compartilhar meus sonhos, e alguém vir me dar choques de realidade (risos). E de uma forma conclusiva, eu sei que meus pais me apoiam. E que eles vão se orgulhar de mim, se eu me orgulhar.

Ponto da Lira: Como são os seus processos de criação? Você se inspira em situações cotidianas? Em coisas que lê, assiste, ouve?

Ramai: Escrevo em horas completamente aleatórias. Não consigo forçar nada. Deixo as coisas fluírem como elas quiserem. O cotidiano me inspira, meu coração me inspira, a solidão me inspira, tudo se transforma em poesia. Costumo achar que a inspiração é uma coisa passageira. Faz parte. Ela só vira eterna quando ponho no papel. Por isso quem vive de inspirações não pode deixar elas irem embora nunca. Por isso, escrevo. Escrevo sobre tudo que vejo, para contar quase tudo que penso.

Entrevista - RAMAI - Rimas Perdidas - Blog Ponto da Lira 004

Ponto da Lira: Quais são seus planos para o seu Instagram de poesias? Pretende transformar em livro?

Ramai: Sim, com certeza! Acho que esse é um de meus maiores sonhos. Pretendo tirar o próximo ano para lançar e trabalhar em meu primeiro livro. Espero que se torne realidade. Não vejo a hora (risos).

Ponto da Lira: Além do livro, quais suas expectativas para os próximos anos?

Ramai: Eu sonho muito. Então, pretendo ir longe! Esse ano pretendo terminar meu primeiro livro.  E como disse anteriormente, pretendo trabalhar na divulgação dele próximo ano. Também pretendo iniciar novos projetos nos próximos anos. Espalhar poesia pelas ruas de minha cidade, do meu estado, do mundo todo! Garanto que voltarei aqui para falar sobre minha futura trajetória como poeta de rua (risos).

Entrevista - RAMAI - Rimas Perdidas - Blog Ponto da Lira 003

Ponto da Lira: Vamos cobrar, ein? Ramai, qual conselho deixaria aos jovens que -assim como você- têm se interessado pela poesia?

Ramai: Vejo a poesia como uma das poucas saídas para salvar nossa cultura. Então, não importa quem seja ou que idade tenha. Se você quer poetizar, poetize. Peço que quem escreve e tem medo de expor seus sentimentos ao mundo,  repense muito sobre isso. Pois cada alma pensante é uma pequena esperança. A poesia salvará muitos! A poesia salvará mundos!

Update da Lira: O blog Ponto da Lira, encontrou as Rimas perdidas. Adorei, Ramai! Vou emoldurar. Vai ficar no cenário do blog!

13220129_1048027665277808_1305434380_n

Ponto da Lira: Para finalizarmos nosso bate-papo, um jogo rápido? Vamos lá? 

1. A trilha sonora de sua vida: Alma Djen – Poeta.
2. Uma pessoa que te inspira: Zack Magiezi
3. Um filme que assistiria mil vezes: Não tenho um filme, mas a série “How i met you mother” nunca pararei de assistir.
4. Um lugar que você moraria para sempre: Em nenhum, a vida é curta demais para se fixar.
5. Um dia inesquecível: O dia em que eu disse “Adeus”.
6. O “Rimas Perdidas” para você, é: Meu universo, meu diário, minha biografia, é tipo um motivo para seguir em frente; Um sonho.
7. Ramai por ele mesmo: Todos os dias sou alguém novo.
8. Deixe o seu recadinho aos nossos leitores:  Jamais deixe de fazer o que ama, jamais deixe de ser criança e jamais se deixe morrer pelos males da vida.
9. Como podemos acompanhar o “Rimas Perdidas” nas redes sociais? Nosso instagram é @rimasperdidas, no Facebook é Rimas Perdidas e por enquanto só.
10. E você? Como podemos encontrá-lo? Meu Instagram pessoal é @ramai_, meu Facebook é Ramalho Neto e meu Snapchat é: Ramaineto.


Gostou desse artigo? Compartilhe ❤ Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

assinatura-blog-ponto-da-lira

   FANPAGE | INSTAGRAM | TWITTER

Resumo do mês | MARÇO

RESUMO DO MÊS - BLOG PONTO DA LIRABonjour, como estão?
Espero que estejam ótimos. Por aqui, tudo nos eixos.

O mês de Março foi bastante produtivo para mim. E apesar de ter sido um mês difícil em questões particulares, foi um mês aonde produzi muito mais conteúdo do que o normal. O que foi ótimo, pois me impulsionou muito e tem me motivado a continuar produzindo ainda mais. É aquela velha história: Quanto mais escrevo, mais plena me sinto. E tenho recebido um feedback bastante positivo. Espero que -de verdade- que vocês estejam gostando dessa nova fase no blog. Prometo fazer o que estiver ao meu alcance, para tornar sua navegação e leitura, cada vez melhor.

Por ter sido um mês bastante produtivo, muita gente “se perdeu” nos conteúdos. Então, resolvi fazer um resumo mensal, pra que vocês possam acompanhar os artigos quais publiquei aqui no blog, e nos blogs quais participo.

1. 04 de Março: Comecei o mês com um de meus “manuscritos”. Os textos “manuscritos”, são textos que costumo produzir “no meio da rua”, quando me vem alguma inspiração, mediante alguma situação qual eu considere relevante. Dessa vez, falei sobre “A fera e a bela”. Ficou bem legal. Dê uma olhada, clicando aqui.

2. 14 de Março: Sim. Fiquei exatos 10 dias sem produzir quaisquer tipo de conteúdo. Isso, por que estava dedicando meu tempo a reformular o blog, e estudando um pouco mais sobre SEO. O segundo artigo, chegou com muito capricho. Estou deixando algumas ideias para homeoffice branco. Dê uma olhada no artigo, clicando aqui.

3. 15 de Março: No dia 15, deixei uma super novidade aqui no blog! Finalmente, criei uma playlist toda especial, chamada “Blog Ponto da Lira“. Essa playlist contém músicas quais gosto muito, e que têm tudo a ver com todos os temas abordados aqui no blog. Vocês vão gostar. Para acompanhar a notícia, clique aqui.

4. 18 de Março:
Dia 18, teve tour virtual pelo Theatro de minha atual cidade, o Vasques. Tenho certeza que vocês vão adorar conhecer um pouquinho mais sobre o município de Mogi das Cruzes, localizado na grande São Paulo. Leia o artigo, clicando aqui.

Ainda no dia 18, fiz minha estreia de coluna sobre comportamento, lá no blog da maravilhosa Vanessa Lino. Dê uma olhada no artigo “Hoje acordei inteira”, clicando aqui.

5. 20 de Março: Esse artigo foi especial pra mim, e creio que poderá ser especial a você. Trata-se de um exercício de desenvolvimento pessoal, aonde fiz uma lista com os meus maiores defeitos, e como pretendo torná-lo mais amenos em minha personalidade. Dê uma olhada, clicando aqui.

6. 21 de Março: Escolhi alguns closets inspiradores, para deixar minhas leitoras com o oração batendo ainda mais forte. O artigo ficou lindo. Veja aqui.

7. 22 de Março:
Teve artigo sobre decoração e moda (sim, as duas coisas juntas!) no blog da marca de calçados Lindaella. O artigo é em parceria com a marca OPPA. E está lindíssimo! Um de meus melhores conteúdos deste mês. Dê uma olhada, clicando aqui.

Também compartilhei aqui no blog, um teste psicológico super bacana, que mostra o que mais importa para você. Já fez? Ainda não? Então, clique aqui.

8. 24 de Março: Teve artigo de moda. Compartilhei a novidade da marca Petite Jolie. Então, se você gosta da marca, ama moda, e ainda não sabe do que estou falando… Fique por dentro, clicando aqui.

9. 25 de Março: Foi a vez de estrear minha coluna sobre Filmes e Séries no blog da Vanessa Lino. Como estávamos em época de feriado prolongado, fiz uma listinha de cinco filmes incríveis para assistir no feriado. Mas, se você não assistiu, corre lá e aproveita que o fim de semana já chegou. Vale a pena! Clique aqui.

10. 26 de Março: Minha tia perguntou o que era Instagram, e como é que fazia para usá-lo. Então, resolvi explicar passo a passo. Se você ainda não sabe do que se trata, clique aqui; fiz um manual bem completinho para quem está iniciando na rede social mais queridinha do momento.

11. 30 de Março: Encerrei o mês com um artigo super bacana sobre auto-conhecimento e desenvolvimento social, bem pequeno, de fácil leitura – chamado “Eu nasci assim, cresci assim e vou morrer assim!”. E você poder lê-lo clicando aqui.

Prontinho. Agora, vocês não têm desculpas para não me ler, ein? Gratidão por isso, gratidão por sempre! Que seu mês seja maravilhoso. ❤

tumblr_mqwv46i8cw1r8zo91o1_500


 

ASSINATURA BLOG

Playlist do Blog no Spotify

PLAYLIST DO BLOG NO SPOTIFYs

Bonjour!
Como estão? Espero que estejam supimpa. Por aqui, vai tudo bem.
Ah, meu povo! Estou tão feliz com relação ao blog, que vocês não fazem ideia!
Fazia bastante tempo, que estava buscando uma direção para melhorar o conteúdo por aqui. Com relação a tudo; layout, imagens, tratamento de imagens, agendamento de postagens, organização geral… E estava ficando um pouco frustrada, por – simplesmente – não conseguir organizar toda a desordem que pairava sobre este querido e amado blog. Mas, parei, respirei fundo. Fiquei alguns longos dias ausente. Organizei algumas coisas em minha vida fora daqui, e quando retornei, senti que estava mais leve, mais propício, mais tranquilo, mais favorável.

1nytpu
Perdão pelo devaneio.

Brincadeiras a parte…
Comecei a me organizar com relação ao blog, e já tenho obtido bons resultados. Não sei se perceberam, mas modifiquei algumas coisas por aqui, e estou dedicando ainda mais tempo para que a navegação de vocês, fique ainda melhor, e pra que tenham uma ótima experiência enquanto estiverem consumindo o conteúdo do blog. Espero que gostem. Além disso, tenho outas duas novidades, quais me trouxeram muita alegria essa semana. E pretendo compartilhar as duas novidades, em breve.

Nota de observação: Quem me acompanha no Instagram e Facebook, já está sabendo meio que “por alto” das duas novidades. Prometo retornar aqui, para falar sobre isso.

Vamos falar sobre música?

Nesse artigo, falei sobre os meus aplicativos favoritos do celular. E dentre eles, estava o Spotify. Quando estou no computador, uso o Rdio para ouvir minhas músicas. Mas no celular, o Spotify, continua sendo meu aplicativo favorito. E mesmo havendo criado várias playlists no aplicativo, eu queria tornar uma delas pública para os leitores do blog. E finalmente, consegui. Pouco a pouco, vou adicionando todas as minhas músicas prediletas. Então, enquanto você lê os artigos do blog, te convido a curtir nossa “rádio” no Spotify.

SPOTIFY


ASSINATURA BLOG

 

Ideias para home office | Branco

Bonjour!
Como vocês estão? Espero que estejam bem. Por aqui, tudo nos eixos.
Vamos falar sobre obras, reformas, mudanças? IDEIAS PARA HOME OFFICE
Antes de mudar para Mogi das Cruzes, já estava pré-definido o lugar aonde seria o meu quarto, o cantinho do blog, e estúdio/home office de gravações e fotografia (sob o domínio do meu irmão, Raphael). E por mais que as coisas no estúdio já estejam bem encaminhadas, e de já ter cogitado organizar o cantinho do blog várias vezes, ainda está tudo em completa desordem. Faltava inspiração. Ou melhor, eu não estava inspirada! Mas, dei uma fuçada na internet, e acabei fazendo uma seleta com imagens que me inspiraram muito. Acho que estou quase definindo como será a base do cantinho do blog. INSPIRAÇÃO PARA HOME OFFICE PRETO E BRANCOA ideia inicial, era fazer toda a mobília em MDF branco, com detalhes e decorações em preto (como nas imagens acima). Sempre achei simples, elegante, aconchegante e com um ar minimalista, que adoro. Entretando, tive que mudar meus planos. O primeiro motivo, foi o fato de ter inúmeros presentes, enfeites e coisas coloridas(especialmente em tons de rosa, que é a cor que mais utilizei no blog até hoje). O segundo motivo, é que para fazer isso, eu precisaria não apenas comprar mobílias e enfeites novos, mas precisaria me desfazer das coisas quais já tenho aqui. E não compensaria em nada. Então, acabei descartando essa ideia de mono-cromatizar o ambiente. Mas a base branca vai permanecer. A diferença, é que agora, colocarei alguns móveis com madeira natural (aqueles, tipo embuia), para dar um aspecto vintage ao ambiente. Quero misturar o moderno, com a beleza dos anos 40 e 60. Mas, ainda estou estudando essa possibilidade. Busquei algumas imagens na internet, e resolvi compartilhar com vocês, pra que façam parte disso comigo.
Espero que gostem!

INSPIRAÇÃO PARA HOME OFFICE BRANCO
A bancada será (realmente) branca, pois já tenho o MDF branco. Então, aproveitá-lo.
INSPIRAÇÃO HOME OFFICE BANCADA BRANCA
Tenho uma janela no cantinho do blog. Estou em dúvida se coloco a bancada do notebook abaixo da janela, ou a coloco sobre a maior parede do ambiente, para aproveitar ainda mais o espaço. O que vocês acham?
INSPIRAÇÃO HOME OFFICE DETALHES EM MADEIRA
Amei essas cadeiras, e essas prateleiras em madeira crua. E vale salientar, que pretendo ter minha máquina de costura em meu cantinho. Por isso, amei! 
inspiração home office todo branco
Esse, é – de longe – um dos meus favoritos dessa seleção. Amo essa ideia de encher o escritório de armários, gravetas, vidros, espelhos… E essas luzes no rodapé? Muito amor!
INSPIRAÇÃO HOME OFFICE CADEIRA DE MADEIRA
A qualidade da foto não está muito legal, mas queria mostrar esse contraste da madeira crua com a madeira laqueada. Fica bem bonito! Dá um ar francês, vintage, e bem romântico.
INSPIRAÇÃO HOME OFFICE CADEIRA PRETA
Apesar de amar a ideia de colocar a mesa contra a janela, também gosto dessa ideia de colocar apenas um móvel abaixo da mesma. Fica muito elegante. 
INSPIRAÇÃO HOME OFFICE ITIDEAIS
Quero colocar em alguma parte do ambiente, uma imagem similar a essa do “Keep calm”. Só que pretendo colocar uma frase autoral. Vamos ver, né?
HOME OFFICE MAMUTE INSANO
Meu Deus, como amo! Vendo essa imagem, me sinto em uma casinha francesa, meados anos 40. Alguém me belisca, por favor?
HOME OFFICE LOLA HOME
Confesso: Se eu não fosse tão desastrada, minha bancada seria de vidro. ❤

Num aspecto geral, o que pretendo fazer inicialmente, é simples. E quero evitar gastos excessivos. As fotos acima, são inspirações, apenas. Tudo o que eu mesma puder fazer, farei. Considerando que pretendo reaproveitar as coisas do antigo escritório, e assim, chegar em meu objetivo.

Mas, num futuro próximo (quem sabe?) quero algo tipo assim, ó:

HOME OFFICE BANCADA MADEIRAHOME OFFICE DE CINEMAHOME OFFICE DOS SONHOSHOME OFFICE INCRIVELHOME OFFICE TODO EM MADEIRAHOME OFFICE VINTAGE

Por que afinal, sonha não custa nada. E quanto mais a gente acredita, mais nos aproximamos de realizar, não é mesmo?

Espero que tenham gostado de cada uma dessas ideias para home office.

Dica do dia: A minha companheira de trabalho, Vanessa Lino fez um artigo inspirador sobre Home Offices mais “clean”. Ela deu dicas ótimas! Então, clique aqui e aproveite as dicas da Van!


 

ASSINATURA BLOG

 

Entrevista: Danielly Martins – Ilustradora e criadora do projeto “Água de Chuva”

Por Thaís Lira

Sem dúvidas, essa é uma das matérias quais tive o maior prazer em fazer desde que criei esse blog. A fiz com a alma. Amei o tema, amei a entrevistada, amei as imagens… Tudo!  E espero -francamente- que vocês gostem tanto quanto eu. Agora, vamos ao que realmente interessa? Vamos falar sobre a “Água de Chuva”.

IMG_20160109_202357

Conheci  projeto “Água de Chuva” pelo Instagram. E desde então, me identifiquei muito. Todo o capricho, as frases bem elaboradas, as ilustrações, me despertaram o desejo de conhecer quem estava por trás de toda essa arte. Foi assim que conheci a Danielly. Mas, ninguém melhor do quê ela mesma para falar sobre si.

FB_IMG_1452375441910 (1)

Ponto da Lira: Dani, fale um pouco sobre você para os leitores do blog:

Danielly Martins: Me chamo Danielly Martins, tenho 21 anos, sou Paraibana. Vivo em Residente na cidade de Sousa. Ela fica no sertão da Paraíba. Sempre fui apaixonada por arte. Trabalho, estudo, e nas horas vagas me dedico as artes que compõem a minha vida. Além de ilustrar (e escrever), também canto, componho e toco violão. Não sou uma cantora profissional – até poque -, a música entra em minha vida como hobby. E apesar de todas as coisas quais faço, a arte de escrever, é o quê mais amo. Gosto de ver meus sentimentos ganharem vida através de palavras.

FB_IMG_1452375398984 (1)

Essa paixão é exercida por meio do Instagram da “Água de Chuva” (@aguadechuva). O projeto faz um ano este mês. E já conta com mais de 8 mil admiradores. Lá, escrevo frases ilustradas a mão, muitas vezes acompanhadas de textos e contos que de alguma forma, encantam as pessoas que leem. São histórias e momentos descritos com um sentimento único que move minha vida: o AMOR.

11224833_822660944509208_9118367229689095083_o

Uma das frases que ganhou muito destaque é hoje o lema da página . “ Não sou eu , quem Falo muito de amor, o amor que fala muito sobre mim. “ A cada frases , conto ou texto escrito e postado vou deposita do um pedacinho de mim na vida das pessoas, ler os comentários, os reposts , participar do amor  das pessoas que comentam é uma sensação incrível que me faz cada vez mais querer esse carinho. É um projeto alimentado pelo amor a escrita, o amor a arte, enfim. O amor.

FB_IMG_1452375508080 (1)

Uma das frases que ganhou muito destaque ( e que é hoje o lema da página) diz assim: “Não sou eu , quem falo muito de amor, o amor que fala muito sobre mim”. A cada frase, conto, ou texto escrito e postado nas redes sociais do projeto, deposito um pouquinho de mim nas pessoas que me acompanham. Ler os comentários, ver as repostagens, e participar do amor das pessoas que – de algum modo – participam do “Água de Chuva”, é uma sensação incrível que me faz querer cada vez mais esse carinho. É um projeto alimentado pelo amor a escrita, pelo amor a arte, amor a música… Alimentado pelo amor.

IMG_20160109_183400 (1)

Ponto da Lira: Dani, tenho mais algumas perguntas. Vamos lá? Me conte uma coisa, como foi que começou esse processo artístico em sua vida? Você se inspirou em alguém para criar o “Água de chuva”? 

Danielly Martins: Bom, como disse acima, a arte sempre me encantou. Sempre fui uma pessoa muito observadora. E essa é uma de minhas características principais, sabe? Sempre gostei muito de escrever. Daí, em Janeiro de 2015, resolvi criar o projeto, vinculando-o com a ilustração. E percebi que cada coisa que eu escrevia, chamava atenção das pessoas. Isso tudo ía atraindo público. As pessoas estavam amando. Então, fui investindo cada vez mais disso.

FB_IMG_1452375368472 (1)

Ponto da Lira: Externar o quê está em seu coração é maravilhoso. E saber que você começou a fazer isso despretensiosamente, é ainda mais sensacional. Mas me conte uma coisa, você tem plano de trabalhar com isso? Aproveitando essa oportunidade, como você enxerga o cenário dos ilustradores no Brasil? 

Danielly Martins: Me sustento com o trabalho que executo em uma farmácia de minha cidade, e sou estudante de contabilidade. No momento, não vivo da arte. Quem está nesse meio, sabe que para alcançar o sucesso profissional na área e ter um retorno financeiro com tudo isso, é muito difícil. Por quê, apesar de todas as oportunidades que temos de expor nosso trabalho na internet, ainda não é tão reconhecido como deveria. Mas busco isso todos os dias. Se um dia Deus me abençoar e eu puder me sustentar com esse trabalho, será maravilhoso. Por que é de fato o quê gosto de fazer. Mesmo havendo alguns obstáculos pelo caminho (como qualquer outro trabalho), pretendo agarrar com força e amor, a todas as oportunidades que surgirem.

IMG_20160109_182702 (1)

Ponto da Lira: Dani, mate a minha curiosidade? Qual o motivo de ter escolhido o nome “Água de chuva”? Como foi o processo de criação do nome de seu projeto?

Danielly Martins: Boa pergunta! Sempre costumo escrever meus textos durante a noite. E como disse, sou observadora. E sabe o quê observei? Que eu sempre produzia muito mais em dias chuvosos. O barulho da chuva me traz uma inspiração enorme! Então, na época que resolvi criar a página, pensei: “O quê mais me inspira enquanto escrevo?”, e pronto! Criei o “Água de chuva”. Costumo dizer que meus textos, caem como chuva na vida de meus leitores; faz sorrir, faz chorar, faz se apaixonar, faz se encantar, faz se amar… É isso (risos)!

FB_IMG_1452375463661 (1)

Ponto da Lira: Dani, quais os planos para 2016? E se puder nos contar, você tem planos tornar o “Água de chuva” um livro?

Danielly Martins: Sinto que o ano de 2016 será um ano incrível, de muito sucesso. Já estou fechando muitas parcerias, que se Deus permitir, vai ajudar a tornar o “Água de Chuva” mais conhecido. Além disso, tenho muitas pessoas legais me ajudando bastante! E sim! Eu pretendo lançar um livro, sim! Estou correndo atrás disso. É um plano, com certeza!

Update: Estou completamente apaixonada pela arte que a Dani fez, para selar a união do “Ponto da Lira” com o lindo projeto “Água de Chuva”. Muito amor, fala sério?!

IMG_20160110_161555

Ponto da Lira: Não vejo a hora de ter o seu livro em mãos. Tudo dará super certo! Agora, vamos a um jogo rápido? Responda em poucs palavras:

  1. A trilha sonora de sua vida: Qualquer música que fale sobre o amor.
  2. Uma pessoa que te inspira: Meu namorado.
  3. Um filme que assistiria mil vezes: O melhor amigo da noiva.
  4. Um lugar que você moraria para sempre: Qualquer lugar que seja com minha família.
  5. Um dia inesquecível: 19/06/14
  6. O “Água de chuva” para você, é: A realização de um sonho.
  7. Dani por ela mesma: Uma sonhadora.
  8. Deixe o seu recadinho aos nossos leitores: Quero agradecer todos os meus leitores, que têm acompanhado e acreditado em meu sonho. Também agradeço aos meus amigos e familiares, que têm me apoiado e me encorajado a nunca desistir. E também agradeço a você, e ao seu blog, que está me dando a oportunidade de levar o “Água de chuva” à novas pessoas. Muito obrigada, de verdade, pelo carinho e paciência. Meu desejo é que todos os seus leitores possam ver em meu trabalho, a verdadeira mensagem que há por trás de tudo isso; que é levar o amor à vida de cada pessoa alcançada pelo projeto. Obrigada.
  9. Como podemos acompanhar o “Água de Chuva” nas redes sociais?
    Bem simples! Estamos no Instagram como @AguaDeChuva e no Facebook: Água de Chuva.
  10. E você? Como podemos encontrá-la? Estou no Instagram, Twitter e Facebook como @daaniellym, e no Snapchat como: daniellymrts

 

Gostou desse artigo? Compartilhe Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/blogpontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira

 

 

Gratidão | Sobre o novo endereço, e leitores inteligentes

Por Thais Lira

Estou muito feliz com a direção que o blog tem tomado. Agora somos quase 3 mil almas conectadas. Estou muito grata e feliz. Não falo apenas sobre ter ultrapassado a marca de 2 mil leitores, e sobre estar chegando ao numero 3. A quantidade, nunca me atraiu tanto. Claro que é otimo abrir o blog e ver a cada dia, novos seguidores. Mas, sinto-me ainda mais feliz, por saber a qualidade dos meus novos amigos e leitores. Nos últimos meses, tenho recebido comentários tao bem construídos aqui no blog… Sinto que sao pessoas que realmente passam por aqui, para compartilhar um pouco do que carregam dentro de si mesmas. As historias incríveis que tenho lido por comentários e e-mails, as opiniões sempre verdadeiras e bem construídas, as maneiras de enxergar a vida…  Tenho aprendido tanto com vocês! Hoje, fiquei muito emocionada com um feedback que recebi. Estou passando aqui, na verdade, para deixar minha gratidão! Ainda sou uma menina, e tenho uma vida longa pela frente. Nem sei se estou pronta para ser elogiada ou criticada como tenho sido. Mas todo essa contribuição inteligente, tem sido fundamental para o meu crescimento como pessoa. E isso me importa muito! Aproveito e agradeço meu irmao Bruno Cesar, que tem sido meu técnico desde sempre. Ele me ofereceu uma grande contribuição ao tornar o blog “.com.br”, finalmente. Sou abençoada por ter todo esse amparo! Gratidão, gratidão e gratidão! ❤

aprendi-que-shakeaspesre

 


 

Update | Salve em seus favoritos o novo endereco do blog: http://www.pontodalira.com.br