O melhor café em Mogi das Cruzes | Café na Torre

O melhor café em Mogi das Cruzes | Café na Torre

Por Thaís Lira

O Café na Torre, é o melhor café de Mogi das Cruzes. E não, não digo isso porque é praticamente ao lado de minha casa. Digo isso, porque tenho várias razões para fazer essa definição. E honestamente, essa é a definição exata. Já perdi as contas de quantos cafés, crepes, waffles, cappuccinos, smothies, já consumi no Café na Torre.

O melhor café de mogi das cruzes - blog da lira - café na torre

Já apresentei o Café na Torre a muitos amigos Mogianos (e paulistanos também!); o jornalista Filipe Almeida, a Youtuber Pat Almeida, a Youtuber Suellen Sartorato e seu esposo querido, o fotógrafo Felipe, a modelo Fer Alves, a criadora de conteúdo Natalia Barth, meu irmão de Coração Alexandre Macho e sua família, minha tia Lilian e sua família, minha cunhada Natali Nunes, minha amiga querida Glau Bratan, minha amiga e Personal Shopper Elaine Pinheiro, alguns alunos do jornalismo UMC… Foram tantas pessoas, que estou quase perdendo as contas. Mas acredite: só levo a esse lugar, pessoas muito queridas e especiais. Você devia (de verdade) conhecê-lo.

O melhor café de mogi das cruzes - blog da lira - café na torre - 03

Listei algumas delas, e vim aqui, compartilhar com vocês. Então, se você é residente em Mogi das Cruzes, ou se está de passagem por aqui, tenho certeza que vai gostar das informações a seguir. Vamos lá?

O melhor café de mogi das cruzes - blog da lira - café na torre - 04

  1. O Café na Torre está situado na melhor região de Mogi das Cruzes.
  2. O atendimento do Café na Torre, é impecável.
  3. A decoração faz com que você se sinta em um café parisiense.
  4. O Cardápio traz pratos tradicionalmente franceses, com adaptações para a cultura brasileira e com segredinhos da casa. Tem para todos os gostos.
  5. As porções são bem servidas, generosas.
  6. Tudo é muito bem confeccionado e saboroso.
  7. O ambiente é limpo, o tempo inteiro.
  8. O espaço é aconchegante, bem iluminado, ventilado e espaçoso.
  9. Você tem a oportunidade de conhecer pessoas novas, e trocar experiências com pessoas quais talvez não conheça.
  10. Você terá um ótimo custo-benefício. Que cá entre nós, é um dos motivos que mais nos fazem voltar a um estabelecimento.

O melhor café de mogi das cruzes - blog da lira - café na torre - 02

Ficou curioso para conhecer o meu café favorito em Mogi das Cruzes?
Então, dê uma passadinha por lá. Anota aí o endereço:

Av. Capitão Manoel Rudge, 545 – Vila Oliveira, Mogi das Cruzes, SP (Street Mall).
Você também encontra o Café na Torre nas redes sociais. No Intagram: @CafeNaTorre e no Facebook.

Bon Appetit!
thaís lira

Anúncios

#VOFD – Vila Oliveira Fashion Day | Balaio de Estilo – Desfile

#VOFD – Vila Oliveira Fashion Day | Balaio de Estilo – Desfile

Por Thaís Lira

Na última semana (24), participei do VOFD (Vila Oliveira Fashion Day). E quero contar um pouco sobre o evento a cada um de vocês.

Continue lendo “#VOFD – Vila Oliveira Fashion Day | Balaio de Estilo – Desfile”

Ideia de mesa posta para as festas de fim de ano

Ideia de mesa posta para as festas de fim de ano

Por Thaís Lira

Reconheço minha ausência nos últimos dias. Mas tenho dedicado bastante tempo a planejamentos e criação de conteúdo para o blog, para o meu canal no Youtube, e para o Instagram. A propósito, por mais que esteja ausente por aqui, mantenho a frequência pelo Instagram. Se você ainda não me segue por lá, fica o meu convite: @BlogPontodaLira

whatsapp-image-2016-12-28-at-13-47-33-5

E apesar dessa pequena pausa que estou dando por aqui, não poderia deixar de passar para compartilhar minha primeira mesa posta aqui no blog. Espero muito que gostem!

A mesa que compus, consistiu no uso de metais (o vaso e a vela em tom rosé, e os talheres em inox), porcelanas (prataria, prato de frios, e porta saladinhas de tomatinho), cestos e detalhes em madeira (jogos americanos, bandeja, e as próprias madeirinhas recolhidas do quintal na troca da Primavera para o Verão), e vidros (tanto o suporte para a vela, quanto taças e jarros, todos em vidro transparente). Para deixar a mesa harmoniosa, escolhi ramos de flores artificiais em tons rosê, marrom, bege e laranja. Sem dúvidas, deu um toque todo especial na decoração. Ah! Vale mencionar que optamos por não utilizar toalha, e utilizar guardanapos brancos tradicionais.

whatsapp-image-2016-12-28-at-13-47-33-3

Como menu, escolhemos um menu  com tendências italianas:

  • Entrada: prato de frios (Queijos Reino, Gorgonzola, Prato, Camembert e Salame Italiano).
  • Saladas: Saladinha de tomatinho, temperada com azeite de oliva. E saladinha bem misturadinha com cebolinha, alface em tirinhas, ovos de codorna, tomatinho, beterraba em tirinhas secas, cenoura em tirinhas secas, palmito e uma pequena pitada de pimenta-do reino.
  • Prato principal: Capelletti ao molho rosé.
  • Picanha assada no forno, com um tempero super especial que mamãe faz.
  • Bebida: Água, bem gelada com tiras de frutas cítricas e vinho rosé suave fino com cereja em temperatura ambiente.
  • Acompanhamentos extras: frutas vermelhas;
  • Sobremesa: Pavê de Sonho de Valsa.
  • Saída para fechar o paladar: aquele café caseiro inigualável.

Onde comprei e quanto paguei?

Prataria, taças, talheres e bandeja em madeira são acervo pessoal. Já os vasinhos, as flores, os guardanapos em tecido, os jogos americanos (redondos), velas e a suqueira, foram comprados ao longo desse ano, no Shibata Casa em Mogi das Cruzes. Para esses achados, não gastei mais que R$200. E vale considerar que fui comprando ao longo dos últimos meses. Assim, compro tudo o que preciso, sem “sentir tanto” no bolso. Já a alimentação, gastamos pouco mais de R$250. Menu que serve até quatro pessoas.

Espero muito que tenham gostado.

Boas festas a todos.


assinatura-blog-ponto-da-lira

Lança Perfume | Summer 17 em Mogi das Cruzes

lp-1024x655
Imagem: Divulgação Lança Perfume

Aprecio a direção criativa da Lança Perfume. A cada nova coleção, somos surpreendidos por algo inusitado, e que “foge” completamente de nossas zonas de conforto (principalmente quando se trata do universo feminino e mundo da moda). E devo confessar que: A coleção Summer 17, me deixou de queixo caído! Da fotografia, às texturas e paleta de cores escolhida, me deixou apaixonadíssima. Encantada de verdade. E é por este exato motivo, que resolvi compartilhar minhas percepções sobre a coleção, com vocês. Espero que gostem.

sucesso-de-shakespeare-inspira-verao-da-lanca-perfume

A coleção Summer 17 da Lança Perfume, foi inspirada nas obras do clássico dramaturgo e romancista, William Shakespeare. Ou melhor, a coleção foi inspirada -especialmente- em duas de suas principais obras: “Romeu e Julieta” e “Sonho de uma noite de verão”.

A coleção está impecável. Composta por peças em estampas florais (com predominância de tons avermelhados), aplicações em rendas, aplicações de pedrarias, e os metais (que já são uma característica pertencente a marca). Todas as peças, têm cortes e formatos que remetem à época em que se passava cada uma das histórias escritas por William Shakespeare.

lanca-perfume-making-of-ss17-4

lanca-perfume-making-of-ss17-2-e1469472261125

lanca-perfume-making-of-da-ss17-e1469472303375

13767198_10157180918415223_5400013565704977331_o-1

13719736_10157180917840223_4430068638981327903_o
Imagem: Divulgação Lança Perfume

Durante toda a divulgação de campanha, a Lança Perfume tomou todo cuidado do mundo, para que tudo o que foi (e está sendo) apresentado, seguisse com fidelidade, a proposta de William Shakespeare em seus romances. Os sentimentos transmitidos nas obras literárias, foram transferidos com maestria para a paleta de cores, para os tecidos, e todos os elementos adicionados a coleção; paixão, vingança, cumplicidade, fúria, reconciliação, luxúria, e até mesmo, traços religiosos que passam pelas histórias de William Shakespeare.

campanha_ss17_04_media

Tive a oportunidade de conhecer Nize Capasso (vocês ouvirão e lerão muito sobre ela aqui no blog). Nize Capasso é gestora e consultora de imagem e estilo. Além disso, é responsável pela Estilo Dot. A Estilo Dot, é uma boutique localizada na região nobre de Mogi das Cruzes. Foi na Estilo Dot, onde ocorreu o “Glamparty”.  A Glamparty, é um dos eventos “oficiais” da Lança Perfume. A Estilo Dot, foi a única boutique de Mogi das Cruzes, a realizar o evento em sua unidade. Veja um pouquinho do que rolou:

 

Para acompanhar detalhes sobre este dia, siga a Estilo Dot nas redes sociais: Facebook e Instagram.


Abaixo, o Fashion Filme Summer da coleção:

E aí? O que vocês acharam? Espetacular, não é mesmo?
Ainda não conhece o romance “Romeu e Julieta”? Então, clique aqui e faça o download gratuito do livro em PDF (adaptado para peça teatral). Ou, caso não conheça “O sonho de uma noite de verão”, clique aqui.

Espero recebê-los no próximo artigo.
Gratidão por me ler. E até logo. ❤


assinatura-blog-ponto-da-lira

Um resumo sobre um dia inesquecível

whatsapp-image-2016-09-04-at-17-29-28
Essa imagem foi retirada no intervalo, entre o workshop e o congresso. Algumas pessoas não apareceram na foto. Mas tá todo mundo aí, muito bem representado! E no meu coraçãozinho também! Gratidão! ❤

Todo momento é ímpar em nossas vidas. Eles jamais se repetirão. E apesar de valorizar cada um destes momentos, há alguns deles, que são excepcionais e inesquecíveis. E são exatamente estes momentos que nos impulsiona para frente, e nos faz acreditar que -mesmo com inúmeras experiências- sempre há algo novo a se viver, a experimentar, a compartilhar.

whatsapp-image-2016-09-04-at-16-01-09
Foto: Arquivo Pessoal

Do ano de 2014 ao ano de 2015, tive a oportunidade de ceder um treinamento na cidade de Poá, em São Paulo. O treinamento foi transferido para o grupo de artes de uma Instituição Cristã, denominada IPG. Através desse treinamento, tive a honra de ceder uma palestra em Suzano, para essa mesma instituição, só que na filial da cidade. E foi na cidade de Suzano, neste mesmo evento, que conheci a Tuuty. A Tuuty é lider geral do grupo de artes dessa instituição, e responsável pelo grupo de artes da unidade sede (que está situada aqui em Mogi das Cruzes). Naquele mesmo dia, trocamos contato. Mas durante muitos meses, ficou por isso mesmo.

Então, mudei-me para Mogi das Cruzes. Assim que cheguei na cidade, mandei uma mensagem para a Tuuty, dando a notícia. Não conhecia muitas pessoas por aqui. Mas por sorte e benção, a Tuuty era uma dessas poucas pessoas. Ela celebrou junto comigo. Mas, ficou por isso mesmo. Bom, pelo menos, foi o que pensei.

whatsapp-image-2016-09-04-at-16-01-09-2
Foto: Felipe da Tuuty

Tuuty me enviou um convite, para que eu cedesse o 1º workshop de dança na Sede, durante um congresso que aconteceria no dia 03 de Setembro. Fui pega de surpresa, em um momento que buscava respostas acerca da arte em minha vida. E esse convite, veio como uma resposta muito objetiva. Aceitei o convite de coração aberto. Mas, muito mais do que aceitação de convite, aceitei o desafio! Apesar de já haver participado e realizado muitos workshops especiais, este seria bastante diferente. Tratava-se do 1º realizado aqui, em minha mais nova cidade. E tratava-se de um workshop que receberia 50 inscritos. Para a nossa surpresa, na primeira semana de divulgação, essas vagas esgotaram. Então, abrimos um segundo lote, para 70. Dentro de 2 (dois) dias, o lote esgotou. Encerramos as inscrições. Mas acabou surgindo mais alguns interessados, quais jamais dispensaríamos. Resumindo: Foi o maior workshop qual tive a oportunidade de ceder curadoria, até então. Nem mesmo os workshops realizados pelo Instituto Meraki, tiveram tantas inscrições em tão pouco tempo.

Foi especial. Foi inesquecível. Foi uma grande resposta para a minha vida. E não poderia deixar de compartilhar isso com vocês, com uma mensagem que escrevi naquele dia, horas antes do evento começar:

“Por alguns longos dias, pensei que a arte seria algo passageiro em minha vida. Pensei que tratava-se apenas de uma fase. Fase que, ao mudar de cidade, já não faria mais parte de minha história. Provei da solitude. Senti uma falta absoluta dos meus alunos, de meus companheiros de trabalho, de meus trabalhos relacionados com a arte. Chorei inúmeras vezes, almejando apenas uma direção. Apesar de saber que meu coração pulsava pela arte, estive confusa, se este era realmente o caminho que tinha a ser seguido. Se ‘fazer arte’ e seguir meu coração, era realmente uma atitude provida de sabedoria. Os dias foram se passando, e nada me aconteceu até hoje.

Hoje, sinto que algo renasceu dentro de mim. Sinto que estou me reerguendo de minhas próprias cinzas. Sinto que o Soberano soprou vida sobre algo que pensei que havia morrido. Hoje, pela primeira vez desde que me mudei para a nova cidade, sinto meu coração quase saindo pela boca de tanta emoção. Exatamente como se fosse a primeira vez. Só que dessa vez, enxergo, vislumbro, compreendo, e consigo mensurar a imensa oportunidade que tenho recebido.

Estou aprendendo, que -de fato- existe um tempo determinado para cada coisa. Estou aprendendo que de fato, eu crio minhas rotas, mas o Soberano é quem dirige meus passos. Estou aprendendo que o que penso ser o fim, é na verdade, o recomeço. Gratidão ao Criador por essa dádiva de poder me conectar com tantas novas pessoas. Gratidão ao Criador por esse privilégio de compartilhar um pouco do que recebi na vida com essas pessoas. E por dar a mim, a chance de ser não apenas uma transmissora, mas uma receptora do novo, daquelas coisas que ainda não sei, dos momentos que ainda não vivi, das pessoas quais ainda não conheci. Gratidão, gratidão e gratidão!”


Fica aqui minha imensa gratidão à galera da sede, à Tuuty e seu esposo Felipe (que nos receberam com tanto amor, que nos sentimos em casa), a cada membro do Instituto Meraki que esteve lá comigo, de coração tão aberto quanto o meu. Gratidão à equipe que trabalhou arduamente e com muito amor, para que esse evento acontecesse com excelência. Gratidão às minhas meninas especiais que estiveram lá comigo! Gratidão a cada inscrito e rostinho que doou o alimento para o “Amor é mandamento”. E claro, gratidão a você que me leu até aqui. Você é muito importante pra mim! Acredite.


assinatura-blog-ponto-da-lira

Check-in: Villa Luis Carlos | Guararema

VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SÃO PAULO - BLOG PONTO DA LIRANo último fim de semana, estive em uma vila chamada: “Luis Carlos”. Trata-se de um bairro turístico, pertencente a cidade de Guararema, estado de São Paulo. E apesar de ter ido a trabalho (fui fazer um ensaio fotográfico para a Starta Media), não poderia deixar de fazer algumas capturas da vila, e compartilhar minhas primeiras impressões com vocês.

Começo dizendo que fiquei encantada com Luis Carlos. É -de longe- um dos lugares mais românticos, e bem conservados que já estive. VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 000
Há quem diga que Luis Carlos é um bairro, há quem diga que é uma vila, e há quem diga que trata-se apenas de uma estação ferroviária. Porém, escolhi tratá-la como vila, pois achei muito mais apropriado.

A vila foi inaugurada em Novembro de 1914. Seu nome derva-se do nome de Dr. Luis Carlos da Fonseca Monteiro de Barros. Ele foi o chefe do 2º Distrito Ferroviário da Central do Brasil. Na época, Dr. Luis Carlos autorizou a construção dessa ferrovia em Guararema, pois os imigrantes que povoavam a região, necessitavam de transporte para a produção da lavoura tanto em São Paulo, quanto no Rio de Janeiro.
IMG_3229
A vila Luis Carlos foi totalmente revitalizada em 2014. E o objetivo da revitalização, foi preservar as características arquitetônica dos anos 90. As construções do local ganharam uma paleta de cores leve e cheia de energia. As placas, postes, luminárias são detalhes charmosos que fazem toda a diferença, deixando a vila com um aspecto de uma novela de época.
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 003
Há muitas pessoas que contam a história de que a vila Luis Carlos, já foi uma favela. E todos os moradores de lá, foram enviados para outro local. Então, após a revitalização, a vila passou a ser apenas um ponto turístico. Justamente por isso, há apenas comerciantes no local.VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 001
A propósito, os comércios estão um ao lado do outro. E são muito característicos. Por exemplo: Há uma grande varanda que é a “Praça de Alimentação”. Lá, há muitas opções de comidas caseiras e até mesmo típicas. Provei apenas um pão de queijo oferecido a mim pela Luciane (dona da Espaço A, qual estávamos fotografando os looks). Pois como disse, fui ao local a trabalho. Mas pretendo retornar e experimentar os bolos do local (que foram muito bem recomendados por minha modelo, Fernanda). E pelo pão de queijo, já consigo imaginar o resto. Estava muito bom!VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 004
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA - 007
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 006
Mas, se você não quiser sentar-se na praça de alimentação, você pode optar por um saquinho de pipoca, vindo de um carrinho de pipoca tão de verdade que até parece de mentira. Dá uma olhada:
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 007
É praticamente impossível passar pela vila e não conhecer a tradicional e pequenina “Igreja de São Lourenço”. Ela foi construída em 1906, e faz parte de toda a história do vilarejo.
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 005
Aos que não são cristãos-católicos, há também uma pequena igreja “Assembléia de Deus”, que também faz parte da história do local. Mas o charme está na igrejinha católica, sem dúvidas.
VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 002

Vamos falar sobre os passeios de “Maria Fumaça”?

“Como a história de Guararema se confunde com a história do transporte ferroviário, a “Velha Senhora”, como é conhecida, já foi personagem de outras histórias ocorridas no município. A locomotiva pertencia a Estrada de Ferro Central do Brasil e fazia o trajeto entre São Paulo e Rio de Janeiro, contribuindo muito para o desenvolvimento de Guararema.

Agora, a “Velha Senhora” volta aos trilhos com a proposta de preservação ferroviária, resgate histórico e cultural, além de fomento ao turismo cultural. O projeto, que envolveu a Prefeitura, órgãos públicos federais, iniciativa privada e entidade de preservação da memória ferroviária, é uma soma de grandes resultados como o restauro da locomotiva 353, a revitalização das Estações Ferroviárias do Centro e de Luís Carlos, a reconstrução da via férrea no trecho do passeio, a autorização da realização do passeio e a reconquista do transporte ferroviário de passageiros de Guararema.

Fabricada nos EUA em 1927 e completamente restaurada para rodar em Guararema, a Maria-Fumaça 353 conta com três carros de passageiros da década de 30 que comportam, ao todo, 142 passageiros.

Circulando entre a estação Central e a estação de Luís Carlos, em um trecho 5,5 quilômetros, autorizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mais os desvios, o que compreende um trajeto de 6,8 quilômetros, o passeio cultural promove uma verdadeira volta ao passado, porém, tem o futuro como destino, pois será utilizado como um projeto piloto para demais municípios que tenham viabilidade técnica para implantação do passeio.”

A “Estação do Trem” está encantadora aguardando os passeios da “Maria Fumaça”, próximo a estação está o NEA (Núcleo de Educação Ambiental) e o CAT (Centro de Atendimento aos Turista e um espaço de Fomento à Cultura.

VILA LUIS CARLOS - GUARAREMA - SP - PONTO DA LIRA 008
Fonte de imagem: Guararema.sp.gov.br

O valor atualizado do passeio, é de R$50 por pessoa. Este valor é válido para todas as idades. E o pagamento deve ser em dinheiro. Vale considerar que cada passageiro tem o direito de levar consigo uma criança de até cinco anos de idade (ela deverá fazer o passeio no colo do responsável). Não é obrigatório fazer reservas. Porém, é super recomendável. Fica bem lotado! E quando é feita a reserva, o seu lugarzinho fica garantido. Para efetuar sua reserva, acesse este site.

Anote aí o endereço:
Estrada Municipal Argemiro de Souza Melo, 1501 – saída para Mogi das Cruzes. Abaixo, um mapa saindo do Shopping Mogi.


Agora, um pouquinho do que rolou por lá:

Para conferir o ensaio completo, me acompanhe no Instagram: @BlogPontodaLira


assinatura-blog-ponto-da-lira

Check-in: Pico do Urubu | Mogi das Cruzes

PICO DO URUBU CAPA - blog ponto da lira

No dia 24 de Setembro, conte aqui no blog, que pretendia conhecer o “Pico do Urubu”, situado em minha atual cidade (Mogi das Cruzes). Desde o dia que chegamos aqui, as pessoas me recomendavam este local. E isso despertou minha curiosidade. E até então, mesmo havendo conhecido muitos lugares aqui em Mogi, este tem sido o meu favorito.

RAPHAEL PICO

Não sei se posso chamar essa experiência de viagem (pois o Pico do Urubu fica muito próximo a minha casa). Levamos cerca de 15 minutos para chegar na primeira estradinha de acesso, e a subida levou (no máximo) 25 minutos de carro. Diga-se de passagem, que esse era o tempo que eu costumava levar para ir dar aula de dança, na turma mais próxima de minha antiga casa. Então, o que é distância para os Mogianos, pra mim, fica “logo ali”.

IMG_9881

O Pico do Urubu, é uma montanha com 1.140 metros de altitude e que está localizada no município de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo. O Pico do Urubu está localizado em um ponto culminante da Serra do Itapety, é um dos responsáveis pela atração de turistas ao município de Mogi das Cruzes por oferecer a prática de vôo livre o ano todo. Sua rampa é freqüentada por praticantes de vôo livre como parapente, paraglider e asa-delta, durante todo ano, mas principalmente no inverno. Ciclistas também costumam acessar a rampa para observar a bela paisagem e depois descer o desnível de 370 metros em relação ao marco zero da cidade. Em seu cume tem se uma visão de 360°. Olhando para o norte vê-se ao longe a Serra da Mantiqueira, ao oeste as cidades de Suzano, Poá e Itaquaquecetuba, ao leste a extensão da Serra do Itapety e ao sul a visão panorâmica de Mogi das Cruzes com a Serra do Mar ao fundo. (Via Wikipédia)

IMG_9837

Apesar de haver inúmeras queixas sobre o excesso de buracos e lama, o trajeto foi relativamente tranquilo. Até por que, fomos muito bem acompanhamos pelos meus mais novos irmãos (Carol e Ale), que são Mogianos, e conhecem tudo por aqui.

Ao chegarmos no Pico do Urubu, a minha primeira reação foi: um susto do caramba, que a praga do Ale me deu! Mas beleza, tirando essa primeira reação chorar. Fiquei emocionada sim! Nunca estive em um lugar com tamanha altitude, amplitude e tão próxima a natureza. A visão é espetacular. Emociona, de verdade. De primeira, temos um “campo de areia” bem espaçoso, aonde há barraquinhas de alimentos e espaço para estacionamento. E esse campo, tem como plano de fundo, a capital de São Paulo. Uma visão quase que panorâmica.

IMG_9811

Há pedras enormes espalhadas por todo o Pico do Urubu. Infelizmente, a maioria está pichada. Apesar de amar arte urbana, entendo que a natureza já é a própria arte. Exuberante. Não precisa de mais nada. Se acrescentar, estraga. Entende? Mas, continuando…

IMG_9871

Num ponto ainda mais alto (onde há uma escada e uma rampinha de acesso), há uma área com bastante grama. Um lugar ideal para quem quer montar sua barraca e fazer seu piquenique.

Este lugar, dá a segunda visão proporcionada pelo local; a cidade de Mogi das Cruzes. Dá pra ver a cidade inteirinha! O seu estava limpo, o que colaborou muito.

pico do urubur

O Pico do Urubu é conhecido por ser um dos lugares mais bacanas de São Paulo, para quem pratica saltos de parapente. Demos sorte, e acompanhamos três saltos. Temos vídeos. Mas, estão com o Rapha. Então, fica de olho aqui no blog, ou em meu Instagram, pois iremos publicar por lá.

IMG_9905
IMG_9904
IMG_9897

O Pico do Urubu é realmente inspirador. Fiz tantas fotos, que foi difícil selecionar minhas favoritas.

IMG_9888IMG_9910

Algumas informações importantes a quem vai ao Pico do Urubu:

  • Vá com muito protetor solar. A exposição ao sol fortíssimo, e também ao ar nebuloso, pode causar sérios problemas em sua pele. Eu por exemplo, usei filtro 60, mas não foi suficiente. Estou parecendo um torresmo.
  • Não se esqueça do repelente. Apesar de não ter sido pega de surpresa por bichos estranhos, a Carol foi picada por um borrachudo.
  • Leve bastante água, papel higiênico. Não há bebedouro nem banheiro no local. Então, se bater uma vontade de fazer xixi, já sabe né?
  • Pelo amor de Deus, leve sacos de lixo. Apesar da visão maravilhosa da natureza, o Pico do Urubu está sendo afetado pela falta de higiene, educação, cidadania e humanização de algumas pessoas. O local estava tomado por lixo/substâncias completamente tóxicas à natureza (preservativos, absorventes, garrafas de bebidas alcoólicas, etc). Então, SEJA CONSCIENTE!
  • Leve sua câmera, seu monopé, seu celular, tudo o que puder para registrar esse passeio.
  • Leve um pouco de dinheiro. Mas, bem pouco mesmo. Só pra emergência, ou caso sinta fome. Nada de “maquininha de cartão”.
  • Se quiser, leve um lanche de sua casa. Vale a pena fazer um piquenique. Mas lembre-se de colocar em bolsas térmicas. O local é realmente exposto ao sol. Pode estragar seus alimentos em questão de minutos

IMG_9824IMG_983313051737_1156526654381626_7248551348814532807_n

Para fazer salto de parapente com algum praticante do esporte, você pode fazer duas coisas:

1. Ou você sobe com uma quantia em dinheiro superior a 150,00 R$ e aguarda um praticante que faça salto duplo.
2. Ou você combina antecipadamente com algum instrutor ou escola que faça os saltos no Pico do Urubu.

DSCF6916

No mais, reforço a sensação maravilhosa de estar nesse lugar. É perfeito para fotografar, meditar, falar com Deus, ou simplesmente ir pra curtir o dia com a família e amigos.

Não posso deixar de agradecer meus mais novos irmãos (Carol e Ale), que desde que cheguei a Mogi, têm sido meus melhores companheiros (daqueles que estão nos dias maus e nos dias incríveis). Eu amo vocês, verdadeiramente. E obrigada ao meu irmão Rapha, que esteve comigo, e foi super aventureiro, deixando minhas fotos ainda melhores (sim! Esse moço bonitão que aparece sozinho em algumas fotos, é meu irmão de sobrenome, sangue e alma!).

Tem alguém por aí, que já esteve no Pico do Urubu?

ASSINATURA BLOG

 

Sou de Mogi: Conheça o Theatro Vasques

Bonjour!
Como vocês estão? Espero que estejam bem! Por aqui, vai tudo bem.

CAPA - THEATRO VASQUES MOGI DAS CRUZES

Desde que me mudei para o município de Mogi das Cruzes, tenho tido a oportunidade de conhecer pessoas e lugares bem especiais. Um destes lugares, é o Theatro Vasques (teatro municipal de Mogi das Cruzes), localizado na região central da cidade. Há exatos 25 minutos (a pés) de minha atua residência. O que de fato, é um grande privilégio. E é sobre o Vasques que falaremos nesse artigo. E o melhor: Trouxe imagens bem legais, que o mostrará por dentro.

Sobre o Theatro Vasques:

Localizado no Centro Histórico junto ao Largo do Carmo, o Theatro Vasques foi inaugurado em 1902, como uma casa de espetáculos própria para operetas e teatro de revista. O projeto original do edifício, cenografia, pintura e distribuição interna, inclusive os camarins, foram confiados ao ator Roque de Castillhos, ex-aluno da Escola Politécnica do Rio de Janeiro. O teatro foi fechado pelo Estado Novo na década de 30, e reaberto em 1948 para abrigar a Câmara Municipal.

Em 1980 o teatro é reformado e reinaugurado como Teatro Municipal “Paschoal Carlos Magno”. Após reforma em 2002, volta a chamar-se “Theatro Vasques”.

Em 2009, o Theatro Vasques passa por mais uma restauração. Foi entregue à população e à classe artística em setembro deste ano.

O Theatro Vasques:

theatro-vasques frente sou de mogi

theatro-vasques - sou de mogi

theatro-vasques sou de mogi lateral

vasques-hall-entrada sou de mogivasques-palco foto sou de mogivasques-plateia sou de mogivasques-vara-iluminacao sou de mogi

vasques-plateia-cima sou de mogi
O Theatro Vasques possui 303 assentos, sendo 3 para portadores de necessidades especiais.

Informações:
Endereço:
Rua Dr. Corrêa, 515 –  Centro, Mogi das Cruzes/SP – CEP 08710-040
Telefone: 11 4798-1747
E-mail: culturamogi@pmmc.com.br


ASSINATURA BLOG

 

Sou de Mogi: Parque Centenário | Mogi das Cruzes

IMG_9687

Desde que mudei para a cidade de Mogi das Cruzes, ouvia falar sobre o Parque Centenário; por ser perto de minha casa (cerca de 25 minutos a pés), e por ser um lugar ótimo para ir em família, ou até mesmo sozinho. A maioria dos Mogianos que conheço, diziam: Você tem que ir! É a sua cara!”. Acabei fiando na maior vontade. O primeiro daqui de casa a ir, foi meu irmão Raphael. Ele fez fotografias incríveis, que me deixaram ainda mais curiosa. Hoje, meu irmão Raphael me convidou para ir com ele. E eu topei. Passamos a tarde fazendo muitas fotos, enquanto minha mãe e minha irmã adotada (Jéssica), curtiam o parque “com outros olhos”. Amamos a experiência. Fiz algumas fotos, quais gostaria muito de compartilhar com vocês.

IMG_9679IMG_9651

IMG_9631IMG_9704IMG_9708IMG_9644IMG_9650IMG_9628IMG_9657IMG_9660IMG_9664IMG_9666IMG_9656IMG_9667IMG_9668IMG_9669IMG_9678IMG_9699IMG_9711IMG_9723

000IMG_9684IMG_9717

IMG_9688IMG_9686IMG_9702
O lugar é inspirador, não é? Espero que tenham gostado. ❤


ASSINATURA BLOG