Sobre o Work de Dança Contemporânea

PÉSEstive ausente, pois estava muito engajada em um evento que a Companhia e eu realizamos no dia 20 de Fevereiro. Além disso, estava enfrentando problemas com a minha nova operadora de internet. Mas, cá estou eu! Resolvi compartilhar um pouquinho sobre o evento, pois sei que tenho muitos leitores que chegaram até o blog através de meu trabalho com a dança. E além disso, é uma maneira que meus outros leitores/amigos têm de conhecer meu “outro lado”.
no silencioRealizamos o nosso primeiro workshop de dança contemporânea para o público cristão. A nossa proposta com o evento, era implantar a arte moderna (com ênfase na dança) nos palcos/púlpitos cristãos, mostrando que essa arte tem uma comunicação intensa, profunda e muitas vezes, muito direta ao espectador.

THAIS LIRA BRAZILO evento foi maravilhoso! Além do que esperávamos, além de nossas expectativas. Foram 60 inscritos, em pouco menos de 30 dias. Cada inscrito que compareceu ao evento, foi super participativo, e se entregou de corpo e alma às aprendizagens durante o curso; que a propósito, foi super bem organizado e teve a colaboração de muita gente especial: Gabriel Lorena, que é bailarino clássico no Teatro Municipal de São Paulo, e além disso, tem se especializado em dança contemporânea. Durante o curso, o Gabriel nos trouxe atividades de desenvolvimento para reforço em composição coreográfica e melhor utilização de recursos coreográficos. A galera amou a oficina! E claro: Amaram o Gabriel, que além de ter uma história linda, é um dos artistas mais “pés no chão” que conheço.

Também tivemos a Thaís Sales, que é estudante da Faculdade Paulista de Artes (Licenciatura em Dança), que nos trouxe uma oficina super produtiva de consciência corporal e expressividade. A Thaís, conheci através da Débora Lima (a Débora Lima é correspondente de um trabalho denominado Regar, aqui na região Sudeste), e desde que nos conhecemos, percebemos que tínhamos muito mais em comum do que o primeiro nome. Posso dizer que ganhei uma grande amiga de infância, que é quase gêmea minha!

Além desses dois oficineiros maravilhosos, tivemos a participação mais do que especial do meu amigo e dançarino Werick Rodrigues. O Werick é professor de Street Dance, e deu uma palhinha do que vem por aí! Sim! Ele será um dos oficineiros de nosso próximo Workshop. Foi maravilhoso tê-lo conosco. Infelizmente, não temos o registro fotográfico. O motivo: Amamos tanto, que nem conseguimos parar pra tirar foto. Estávamos boquiabertas! haha

Abaixo, um pouco mais desse dia inesquecível:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gratidão às minhas fotógrafas do coração: Mony Estigma e Vic Leão. Amei o trabalho que fizeram juntas. Amo vocês, de verdade. Vocês sabem. Gratidão a ada membro da Companhia que esteve presente durante toda a elaboração e realização do evento; Bia Campel, Lívia Souza, Henrique Oliveira, Alexandre Machado, Caroline Machado, Camila, Rodrigo, Kleber Vitor, Thayna Garcia, Janaina Lopes, Emanuel Lopes, Letícia Gomes, Paolla Gioconda, Ana Brazão, Karen Rodrigues, e claro: minha cunhada Jessica e minha mãe Verônica. Sem vocês, não sentiria Deus tão perto de mim. Vocês trazem ele pra bem perto.

JUNTOS

E como bem temos dito: QUE VENHA O PRÓXIMO!

ARTES URBANAS - WORKSHOP


ASSINATURA BLOG

 

Anúncios

Manuscrito | Tempestade

2Estive pensando…

Uma das decisões mais “sem sentido” que costumamos tomar sobre nossas próprias vidas, é a decisão de reclamar sobre ventos e tempestades quais somos submetidos. E mais sem sentido ainda, é ficarmos parados diante das circunstâncias da vida.

Um bom marinheiro, não perde tempo queixando-se dos ventos a sua volta. Muito antes de entrar no barco, ele sabe que haverão grandes obstáculos a sua frente. Sabe que haverão trovões, ventanias, tempestade. Ainda assim, ele não recua. Ele sabe que faz parte do processo. Ele sabe que não tem como fugir do processo. Exatamente por este motivo, não perde tempo com lamentos. Ele sabe que seu tempo é precioso. Sabe que o tempo qual ele perderiva reclamando, é o mesmo precioso tempo qual ele tem a oportunidade de decifrar o que está ocorrendo a sua volta, e triunfar sobre isso. O marinheiro não paralisa. Ele sabe que se largar o volante durante a tempestade, é o mesmo que estivesse dizendo: “Aceito essa condição. Aceito o naufrágio”. Ele sabe que estar diante de tempestades, requer estratégias. E a grande estratégia é: Manter o foco. O bom marinheiro sabe que todo vento tem propósito. Marinheiro sabe que toda tempestade o leva a uma direção, a um lugar. E esse é o grande sentido da coisa toda.017388014

Contextualizando o que Sêneca disse: “Todo vento é favorável, quando você sabe para onde vai”.

Beijo e queijo!

ASSINATURA BLOG

Séries e seriados: Daredevil | 1ª TP

Bonjour!
Como você está? Espero que esteja bem.

Dei uma leve pausa nas postagens sobre séries, por motivos óbvios (tava empolgada!).
Mas gente… Quanto mais eu tento fugir de algo que estou querendo falar no blog, mais rola o gigante bloqueio criativo. Então, deixa eu matar meus verminhos? ❤

daredevil-12

Vamos falar MAIS UMA VEZ sobre Netflix + Marvel? Hoje, escolhi “Daredevil” (O demolidor) como assunto para essa postagem.  Assim que assisti Jessica Jones, minha ideia inicial, era assistir “Orphan Black” (a próxima série a ser postada aqui, inclusive). Mas, minha amiga Thay (do blog Thaí, floresceu!), me deixou tão curiosa sobre essa série, que precisei fazer a alteração no cronograma. E, Thay: Muito amor por você!

daredevil-fans-encourage-netflix-to-make-daredevil-accessible-to-the-blind-353211

A maioria das produções sobre “Daredevil”, me deixavam um pouco frustrada (se comparado com as Histórias em quadrinhos). E quando soube que a Netflix juntamente com a Marvel, produziria a história em série, pensei: “Lá vem merda”. Tomei tapas na cara, claro! Não sei o que está por vir, mas essa primeira temporada me deixou cheia de expectativas. Foi, sem dúvidas, uma versão que não fica devendo e absolutamente nada para as grandes produções cinematográficas.

netflix-daredevil-large-4

Logo no primeiro episódio, somos levados ao passado de Matt Murdock, quando aos 9 anos de idade, perdeu sua visão em um acidente. Ali onde tudo realmente começou. O episódio te deixa bem “familiarizado” com a história mesmo que não saiba absolutamente nada sobre ela. Após a introdução claríssima, somos trazidos de volta ao presente de Murdock; um advogado recém-formado, qual -juntamente com Foggy (seu companheiro de jornada desde a época da universidade) abre um escritório de advocacia. O primeiro caso jurídico da dupla, é defender Karen Page.

set_daredevil_netflix_640

Assim como nos HQ’s, a história tem ação e muita adrenalina do primeiro ao último episódio (pelo menos, nessa primeira temporada foi assim!). É bacana ver a maneira inteligente como a Marvel conseguiu driblar o pouco tempo de cada episódio, sem deixar a história se perder. Existe uma sincronia perfeita entre Murdock (o advogado cego) e “Daredevil” (o vigilante, o herói) – que são a mesma pessoa. E isso não é segredo. daredevil-1

A atuação de Charlie Cox, é impecável. Não há nada a ser pontuado. Exceto o fato de estar completamente apaixonada por ele, querendo filhos com ele, e tudo o mais. E falando sobre (e apenas sobre) o personagem, Murdock -como todo super-herói- tem um ar misterioso, e seu passado ainda esconde algumas incógnitas. Murdock tem uma personalidade forte e ao mesmo tempo, equilibrada. Ele não é o tipo de personagem que fará você dar gargalhadas (como Foggy, por exemplo), mas tem boas doses do #blackcomedy que tanto amo; faz valer a pena toda a seriedade por trás de seu personagem.

daredevil-kiss

Além de Foggy e Karen, há destaque para Claire. Claire ocupa um papel muito importante na vida de Murdock. Ela é praticamente sua heroína. Inclusive, a participação de Claire traz (mesmo que sutilmente) o romance para a tela. Nada exagerado. Suficiente.

daredevil-2

Veja bem, eu sei que é estranho dizer que gostamos do vilão de uma trama (afinal, ele causa dores no nosso amorzinho!). Mas o maldito Wilson Fisk, já é meu vilão predileto. Que personagem, que desenvolvimento, que performance! Em minha concepção, foi (nessa temporada) o personagem mais bem construído. No decorrer dos episódios, vamos compreendendo os motivos que o tornaram o Rei do crime, e nunca pensei dizer isso: mas às vezes dá até dó desse ridículo! E, esse é o vilão mais apaixonado/romântico incorrigível que ja vi em uma história de super-heróis.

tumblr_nmvnab00j51rey868o1_500

Num aspecto geral, a série foi criada de modo que “Bons entendedores” e “Amadores” com relação a história original, pudessem se sentir “parte dela”. Não é uma “simples série” baseada em HQ, que mostra “super-poderes-mágicos”. Ela, assim como Jessica Jones, mostra o lado humano e realista do super-herói. Para mim, isso é um ponto muito positivo demais. Precisa saber fazer a coisa para chegar em um resultado como esse. A produção Marvel, como sempre, digníssima! Os cenários (todos acontecem na famosa “Hell’s Kitchen”) são bem fiéis ao que conhecemos nos HQ’s. A gente sente que a história em quadrinho, está -de fato- tomando forma humana. E o melhor: Preservadíssima. Recomendo, sem dúvidas.

daredevil

Ficha Técnica:
Demolidor – 1ª temporada – 2015
Duração: 13 episódios
Gênero: Ação/Crime
Criador: Drew Goddard
Elenco: Charlie Cox, Vincent D’Onofrio, Deborah Ann Woll, Elden Henson, Rosario Dawson, Ayelet Zurer, Bob Gunton, Toby Leonard Moore, Vondie Curtis-Hall, Scott Glenn, John Patrick Hayden, Matt Gerald

Vale ressaltar que essa postagem não é uma resenha. É apenas um conjunto de impressões sobre o assunto abordado. Há sites incríveis, que desenvolve essa parte, muito melhor do que eu faria. Por exemplo, o Omelete.

Beijo e queijo! ❤

ASSINATURA BLOG

Digam “Oi” à Lica! | Minha Loja

Por Thaís Lira

capa face loja da lica

Quem me conhece e convive com minha família, sabe que temos o empreendedorismo correndo em nossas veias. Sempre estive envolvida nos projetos e empresas de minha família (pai, mãe, irmãos). Gosto de fazer parte de uma família tão engajada e criativa. Mas, chegou a minha vez. Na verdade, a vez da Lica. A Lica é minha nova loja virtual na internet. E é sobre essa novidade que falaremos hoje.

capa face loja da lica 2

Tudo começou no ano passado, quando minha cunhada (ex-noiva do meu “anjo mais velho”) e eu, resolvemos iniciar um um projeto de loja virtual pela internet. A princípio, não sabíamos bem qual caminho seguir, mas tínhamos certeza que gostaríamos de uma loja diferente e ao mesmo tempo, que caísse no gosto do público (especialmente  público feminino). Então, depois de pensarmos e planejarmos bastante, chegou o momento de corrermos atrás de questões burocráticas. Tiramos nosso CNPJ. Tudo certo para seguir em frente. Mas, não tínhamos um nome para nossa loja.

Quem somos

E após um bate-papo bem descontraído, pensamos: “Que tal criarmos uma personagem para representar nossa loja? Afinal, as pessoas sempre pensam que somos irmãs e fazem menção sobre o quanto somos parecidas. Podemos criar um personagem que seja a junção do meu eu, com o seu eu. Que tal?”. Topamos. E depois de pensarmos em muitos nomes, resolvemos que ela se chamaria Lica. Lica, nada mais é que a junção de LIRA com CAPELOTTO; os nossos sobrenomes. Já sabíamos como a Lica seria; traços arredondados, cabelo ondulado, covinha no queixo, e cheia de estilo. Então, entramos em contato com uma ilustradora muito boa (em breve falaremos sobre ela aqui no blog). E a mesma, ficou responsável em criar a Lica. A Lica ficou perfeita. E em breve vocês a conhecerão. A loja, por enquanto, é apenas virtual. Mas temos a pretensão de abrir nossa primeira franquia ainda este ano, aqui em Mogi das Cruzes (São Paulo).

Perguntas e respostas

É tudo muito novo para nós. Estamos nos adaptando. Na internet, o crescimento é rápido e muito repentino (isso, quando há engajamento e dedicação). Temos um grupo no Facebook, aonde temos mais de 1000 mulheres, que já compram conosco, e acompanham nosso trabalho. E ontem, resolvemos que era o momento de lançar a página oficial da loja na internet. Hoje, estamos em 110 curtidas. E estamos muito felizes por isso. Sabemos que isso é apenas um pequeno sinal do grande crescimento que está por vir. Estamos prontas para recebê-lo! Ah, além da fanpage, temos o nosso Instagram, que daqui a pouco chega em 200 seguidores. Por hora, para comprar na Loja da Lica, pedimos que os interessados entrem em contato conosco através de nossas redes sociais. Em pouco tempo, teremos a loja virtual. Mas enquanto isso não ocorre, estamos focando nas vendas diretas pelas redes sociais, aonde temos uma concentração maior de clientes e alcances.

Perguntas e respostas

Sim! Mesmo a Loja da Lica sendo uma bebezinha, estamos abertas a parcerias. Inclusive, já temos uma listinha de possíveis parceiros. Mas, pedimos que a galera tenha um pouco de calma, pois tudo acontecerá no tempo certo. Ainda é muito cedo para abraçarmos todas as oportunidades de parceiros que já temos recebido. Mas acreditem: Isso será algo fundamental para nosso empreendimento.

Considerações: Jé, gratidão por ter sonhado esse sonho junto comigo. E, principalmente: gratidão por estar colaborando muitíssimo a fim de torná-lo real. É ótimo trabalhar com você. É maravilhoso tê-la tido como cunhada. E tem sido um privilégio ter me tornado sua irmã.

11987093_412164135647222_3700930720549402114_n

Instagram | Fanpage 

Update: Vocês perceberam que mudamos algumas coisas no layout do blog? Espero que tenham gostado. Depois volto aqui pra contar um pouquinho mais sobre o porquê das mudanças. Por hora, espero que estejam tendo uma experiência agradável ao navegar pelo blog. Ah! Outra coisa importante, é que o domínio do blog está inativo, pois quem cuidava disso era o meu anjo mais velho. E agora, estou me organizando para que tudo volte ao normal. Pra acessar, o link é: www.pontodalira.wordpress.com combinado?

Beijo e queijo!


ASSINATURA BLOG

 

Vídeo do dia: Não desista! – Hateen

A Banda Hateen faz parte de minha adolescência. Eles têm músicas que sempre falaram diretamente ao meu coração. Estava relembrando algumas canções hoje, e resolvi compartilhar esse curta-metragem que foi produzido com a música “Não desista”. Espero que toque o seu coração, assim como tocou o meu.

 

Casa temporária |Temporary Home – Carrie Underwood

Um menininho de seis anos de idade
Acostumado demais a ficar sozinho
Outro papai e mamãe novos
Outra escola, outra casa que nunca será um lar
Quando as pessoas perguntam o quanto ele gosta deste lugar
Ele olha pra cima e diz com um sorriso no rosto
Essa é a minha casa temporária
O meu lugar não é aqui
Janelas e quartos
Pelos quais eu estou passando
São só paradas
Na estrada para onde estou indo
Eu não tenho medo porque sei que
Essa é a minha casa temporária
Jovem mãe sozinha
Precisa de uma ajudinha, não tem pra onde ir
Procurando emprego, procurando uma saída
Porque a casa no meio do caminho nunca será um lar
À noite ela sussurra para a sua bebezinha
Um dia nós vamos encontrar um lar neste mundo
Essa é a nossa casa temporária
Aqui não é o nosso lugar
Janelas e quartos
Pelos quais estamos passando
São só paradas
Na estrada para onde estamos indo
Eu não tenho medo porque sei que
Essa é a nossa casa temporária
Velho senhor, cama de hospital
O quarto está cheio de pessoas que ele ama
E ele sussurra “não chorem por mim”
Eu vou ver vocês todos um dia
Ele olha pra cima e diz “eu posso ver o rosto de Deus”
Essa é a minha casa temporária
Aqui não é o meu lugar
Janelas e quartos
Pelos quais eu estou passando
Foram só paradas
Na estrada para onde estou indo
Eu não tenho medo porque sei que
Essa foi a minha casa temporária
Essa foi a nossa casa temporária


Gratidão a todos os meus amigos e familiares pelas mensagens e cuidado constante, desde sempre, mas -especialmente – desde a última Sexta-feira. A dor de ter perdido o meu irmão (meu anjo mais velho) é inexplicável. E não há palavra alguma que possa explicar o quê sinto. Sei que os dias irão amenizar essa dor. Mas, fiquem sabendo que – do fundo do meu coração – cada atitude que têm tido, tem sido consolo vindo dos céus para minha mãe, meu pai, meu irmão Raphael, minha cunhada Natali, minha cunhada Jessica, e eu. Temos certeza de quê se o Bruno pudesse contemplar tudo isso, ele estaria muito-muito-muito grato.


Sobre orar por Paris, por você e por mim.

Observação que fiz no Facebook, sobre o ocorrido na França:

Não vou manter relações com pessoas que tecem comentários do tipo: “Nossa! Tem gente morrendo aos montes na Etiópia… Mas só por quê é Paris, todo mundo resolve orar”. A questão não é essa. Nunca vai ser essa! A questão é: Pessoas estão morrendo de forma cruel, pelas mãos de humanos irracionais em várias partes do mundo. Famílias estão sendo desintegradas de um modo como elas jamais serão capazes de esquecer. O sangue está escorrendo pelo peito e pelas mãos de pessoas inocentes. Humanos estão atacando humanos. No Brasil, na Etiópia, na França… Em todos os lugares do mundo. E todos estes lugares e essas pessoas, carecem de oração. Inclusive você, e eu.

Seja racional. Imagine terroristas em sua cidade, matando e ferindo centenas de pessoas quais você ama. Todos ao mesmo tempo. Sem pra quê, nem por quê. Imagine o seu coração sendo estraçalhado bem diante dos teus olhos. Ou sei lá, seja clemente e misericordioso, da mesma maneira como você espera que as pessoas sejam com você, quando uma tragédia (por menor que seja) lhe atinge.

O quê desejo nesse momento, é a paz em Paris, e sobretudo, dentro de cada um de nós.


Gostou desse artigo? Compartilhe Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/blogpontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira

Netfontes_ail_et_fines_herbes_Logo-1

Profissão: Consultora de beleza

Rapazes que lêem o blog “Ponto da Lira”, peço licença a vocês, para falar diretamente com as mulheres que acompanham este blog. A todo modo, seria o máximo vê-lo interagir conosco. Afinal, todo homem contempla uma mulher bem sucedida e independente, não é mesmo? Então, sinta-se a vontade para ler, opinar, e claro, compartilhar com aquelas mulheres que você tanto ama (mãe, tia, sobrinha, avó, prima, amiga, namorada, noiva, esposa…) e quer vê-las crescer muito! Vamos lá?

Bom dia, minhas queridas leitoras!
Mais uma semana está se iniciando. E o quê você tem planejado para ela? Quais são suas metas e objetivos para essa semana? Ou não há meta e objetivo algum? Não me diga que essa será mais uma semana aonde você fica no mesmo lugar de sempre, sem saber o quê fazer? Vem cá, menina! Vamos conversar.

O papo de hoje, é com você mulher, que acordou determinada a mudar completamente sua história, independente do quê tenha vivido até agora. Com você que está a procura de sucesso profissional, sem precisar passar horas e horas longe de sua família, sem tempo para cuidar de você. Com você, mulher jovem e contemporânea, que ama moda e beleza, e está há muito tempo buscando uma profissão promissora, que trouxesse a você, a independência financeira que você procura e a felicidade que merece. E por fim, com você que talvez, assim como muitas outras mulheres no Brasil e no mundo, esteja completamente desanimada e sem muitas perspectivas sobre o futuro. Seja como for, esse artigo é para todas nós!

Seja você uma das mulheres mencionadas acima ou não, você não está aqui por um acaso. Se você clicou nesse artigo, significa que você tem um desejo dentro de você: Ser uma mulher bem sucedida, usando a beleza e o relacionamento para isso. Ou talvez, esteja aqui por pura curiosidade. Peço que continue nos lendo. O artigo de hoje tem um papel muito importante em sua vida: Convencê-la do quão vencedora e bem sucedida você nasceu para ser.

Fiz algumas pesquisas sobre a profissões femininas que têm feito sucesso, e que têm trazido inúmeros benefícios à vida de uma mulher. E concluí que a profissão “Consultora de beleza”, tem sido uma das maiores profissões femininas dos últimos tempos. Não acredita? Fiz algumas pesquisas. E gostaria de compartilhar com você, cada uma das informações que encontrei.

Consultor de beleza

O consultor de beleza é o profissional responsável por aconselhar o seu cliente e indicar-lhe os melhores tratamentos, técnicas e produtos para que ele possa estar satisfeito com a sua aparência. O consultor de beleza deve conciliar o desejo dos clientes com o que ele acredita que será mais apropriado para o resultado final. O profissional também tem o papel de aplicar as novidades e tendências de moda e beleza propostas pelos grandes estilistas, cabeleireiros e maquiadores no dia-a-dia, de acordo com a personalidade e as particularidades de cada um. O consultor também é responsável por enaltecer a autoestima e o bem estar do cliente, consolidar ou restaurar a imagem que tem de si mesmo.

Especializações possíveis

Em virtude da diversidade existente na área de beleza, o profissional deve ser polivalente. Entretanto, existem cursos das mais diferentes especializações, para os profissionais que desejam se dedicar e se destacar em uma determinada área, dentre os quais: corte, tintura, penteados, automaquiagem, maquiagem para festas, maquiagem para o dia-a-dia, cosmética, tratamentos para a pele etc.. Essa especialização é importante para agregar experiência, visto que nesse segmento, os profissionais mais bem sucedidos são aqueles que já construíram uma carreira sólida ao longo do tempo. Esse tipo de curso geralmente é ministrado em institutos de beleza e casas de cabeleireiros.

Aptidões desejáveis

O consultor de beleza deve ser criativo, observador, sensível e paciente. Deve saber ouvir os desejos dos clientes, mas também precisa saber argumentar o seu ponto de vista. O profissional precisa se preocupar sempre com a sua própria aparência, visto que esse é o objeto do seu trabalho e o que irá chamar a atenção do cliente. Deve estar sempre atualizado e inserido nas tendências.

Campos de atuação

Os consultores de beleza podem prestar consultoria tanto no âmbito privado quanto de modo autônomo. Em empresas, os profissionais podem trabalhar em salões, institutos de beleza, agências de modelo, clínicas de estética ou, ainda, podem ser consultores a domicílio, contratados por empresas de cosméticos que preferem oferecer seus produtos de modo mais próximo ao cliente. O consultor de beleza pode trabalhar com cabelo, coloração, maquiagem e estética. (Fonte: UOL)

Separei dois vídeos a vocês. O primeiro, conta a história de duas mulheres; uma dedica-se em tempo integral a vida profissional como consultora. E a outra, usa a profissão como renda extra. Assista apertando o play:

No segundo vídeo, há a história de duas mulheres guerreiras; uma delas, não teve muitas oportunidades na vida. E hoje, é consultora de beleza de marcas variadas. E a segunda mulher (e exemplo) é Andreia. Uma mulher que abriu mão da profissão de formação, para tornar-se uma consultora de beleza da marca Mary Kay.

Falando em Mary Kay…

A marca tem sido uma das empresas de vendas diretas do ramo da beleza, que mais tem crescido no Brasil. O plano de carreira e lifestyle da marca, tem recebido destaque em diversos eventos do segmento de empreendedorismo feminino e vendas diretas. Mas, por trás dessa grande marca e desse grande sucesso, há uma mulher que você precisa conhecer:

Inspiradora, não é mesmo?

Já sei! Ficou motivada a iniciar seu negócio, não é mesmo? Que tal tornar-se uma Consultora Mary Kay? No próximo artigo, você terá a oportunidade de conhecer a minha consultora, Késia Chaves. A Késia irá responder perguntas feitas por vocês, para sanar todas as dúvidas com relação a profissão de consultora de beleza da marca Mary Kay. Além disso, fique com os olhinhos colados aqui no blog, pois teremos uma série enorme de artigos relacionados ao empreendedorismo e carreira feminina.


Deseja fazer parte dessa grande empresa?
Fale com a minha consultora-diretora de vendas da Mary Kay:
(37) 9961-0172 – Késia Chaves


Gostou desse artigo? Compartilhe Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/pontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira


 

Netfontes_ail_et_fines_herbes_Logo-1

 

 

Contato profissional: Contato@pontodalira.com.br

 

10 frases de “O pequeno príncipe” | Antoine de Saint-Exupéry

 

Não sei dizer quando foi a primeira vez que li “O pequeno príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry. O quê sei, é que este foi um dos primeiros livros que li em minha infância assim que aprendi a ler “de verdade”. Junto com essa obra, vale mencionar o livro “Primeiro amor de Laurinha” e “Uma professora muito maluquinha” quais marcaram minha infância (e prometo falar sobre ambos aqui no blog). O tempo foi passando, e fui deixando essas coisas “de lado”. “Eu era grande demais pra ler livros como este”. Mas, quando a gente cresce de verdade, a gente descobre a importância de ser pequeno. Se é que me entendem. 

Lembro-me que li “O pequeno príncipe” (depois de uma longa pausa da infância para a fase adulta). Foi em 2010. Me lembro muito bem disso, pois o encontrei jogado em uma caixa de coisas velhas. Comecei a folhear. Confesso que não me lembrava mais do quê se tratava a obra. E pensei: “Olha! Um livro de quando eu era pequena! Vou ler.” Assim fiz. Li. E lembro-me como se fosse hoje, que este pequeno livro, me arrancou grandes sorrisos, muitas lágrimas e reflexões profundas. Foi o livro infantil mais adulto que li em toda a minha vida. E, não sei se já comentei com vocês, que: sou o tipo de humano que cria rituais. Na verdade, eu e meu irmão mais velho (o Bruno) somos assim; se fazemos algo hoje, que de algum modo foi bom, provavelmente, faremos amanhã novamente. Deste modo, li o livro todos os dias, desde que o encontrei. Fiz isso até memorizá-lo. Depois desse período devorando-o, busquei outras alternativas para manter minha relação com o principezinho; outras versões, biografia do autor, bonequinhos inspirados, série, filme, e até mesmo o livro em audio. Foi a partir de “Le Petit Prince”, que eu comecei a estudar Francês. Assim, me descobri admiradora de “O pequeno príncipe”.

No começo, eu não fazia ideia da força que essa obra tinha no mundo inteiro. Pra mim, eu era uma das poucas que conhecia. Na verdade, o mundo inteiro conhecia, menos eu.  

antoine-de-saint-exupery

Quando li a história do autor, fiquei ainda mais deslumbrada com o enredo, pois enxerguei o autor entrelinhas. Na primeira biografia que li, descobri que as ilustrações aquareladas do livro original, foram feitas pelo próprio autor da obra. E o mais interessante, é que na obra, o aviador que narra a história, conta que era um pintor frustrado.  Antoine de Saint-Exupéry é um autor importantíssimo para a literatura francesa, especialmente no século 20. E o mundo o conhece, talvez, não pelo nome, mas por frases como: “Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos” e “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. A sutileza, doçura e toda a poesia da obra, chamam a minha atenção, pois Antoine Saint-Exupéry a escreveu durante o exílio nos Estados Unidos, quando a França assinou em 1940, o armistício. Fico pensando: “Como ele conseguiu extrair uma obra tão delicada e doce, em um período tão conturbado? Sem dúvidas, Saint-Exupéry era especial”. Mas, o quê mais me impressiona em sua história, além de sua infância, suas vitórias e conquistas em vida, são os mistérios acerca de sua morte. 

Saint-exupéry, desde muito pequeno, mantinha o sonho de ser um aviador (mais uma coisa em comum com o livro). Ele tinha um deslumbre incomum por mecânica, mas, por questões financeiras, só pôde realizar isso depois de tornar-se um homem. Saint-exupéry, diferente do que muitas pessoas pensam, não foi “apenas” um brilhante autor (o quê já o tornaria ilustre). Ele encarou uma missão de resgate no deserto do Saara (mais uma coisa em comum com o enredo), fez marcas de recordes de voo em vários lugares do mundo, e nunca deixou de pilotar. Nunca mesmo. Para Saint-exupéry, a quietude e solitude eram maneiras de refletir sobre si mesmo e sobre o mundo a sua volta (isso é tão eu, que nem sei como escrever de modo diferente). Então, no dia 31 de Julho de 1944, Saint-Exupéry sumiu em um vôo (em seu Lockheed P-38) sobre o oceano, aonde saia de Córsega para uma missão em Paris. De 1944 até 2004, sabia-se absolutamente nada sobre a morte de Saint-Exupéry – até que foram encontrados destroços do avião de Saint-exupéry naquele mesmo ano. E mesmo havendo encontrado vestígio de um corpo, não sabem dizer até hoje, se o corpo encontrado pertencia ao aviador. O responsável pela queda do P-38, foi o alemão Horst Rippert, qual assumiu ter atirado no avião, provocando sua queda. Parece fábula, não é? 

Ao perguntarem a ele como gostaria de morrer, Saint-exupéry respondeu: “No mar, como se dormisse. Como um sonho.”

Ele desapareceu do planeta. Exatamente como o seu personagem.

As obras de Saint-Exupéry são:

L’Aviateur (O aviador) – 1926
Courrier sud (Correio do Sul) – 1929
Vol de nuit (Voo Noturno) – 1931
Terre des hommes (Terra dos Homens) – 1939
Pilote de guerre (Piloto de Guerra) – 1942
Le Petit Prince (O Pequeno Príncipe (título no Brasil) ou O Principezinho (título em Portugal)) – 1943
Lettre à un otage (Carta a um refém) – 1943/1944
Citadelle (Cidadela) — póstuma, 1948


Escolhi 10 frases quais mais gosto do livro “O pequeno príncipe”, e resolvi compartilhar com vocês. Espero que gostem.

  1. “… Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três começarei a ser feliz”
  2. “… Quando a gente anda sempre para frente, não pode mesmo ir longe”
  3. “… Só as crianças sabem o quê procuram”
  4. “… é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”
  5. “… Mas eu era jovem demais para saber amar”
  6. “… Trata de ser feliz. Eu te amo. Sim, eu te amo!”
  7. “…Mas se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim, único no mundo. E eu serei para ti, única no mundo”
  8. “… A gente só conhece bem, as coisas que cativou”
  9. “… Os olhos são cegos, é preciso buscar com o coração”
  10. “… A gente corre o risco de chorar um pouco, quando se deixou cativar”

E claro, as clássicas: “Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos” e “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.

Separei algumas imagens muito inspiradoras.
Se você ainda não leu a obra, fica o meu convite. ❤

Este slideshow necessita de JavaScript.


Gostou desse artigo? Compartilhe ❤ Não se esqueça de deixar seu feedback. Caso queira fazer isso, deixe seu comentário aqui no blog, ou envie um e-mail para: pontodalira@gmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/blogdalira/
Instagram: http://www.instagram.com/pontodalira/
Twitter: http://www.twitter.com/pontodalira


 

Netfontes_ail_et_fines_herbes_Logo-1

 

 

Contato profissional: Contato@pontodalira.com.br

A importância e os benefícios da meditação

Por Thais Lira 

paz
Quem me enviou essa imagem, foi um grande amigo, chamado Guilherme. Ele disse que se lembra de mim, todas as vezes que a vê por ai. Para ele, a menina apreciando a natureza, de coque, em sua quietude, sou eu. E bem, me identifiquei muitíssimo! Apesar de achar que ainda tenho um longo percurso até me tornar alguém com a paz que essa ilustração transmite.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira

Hoje, vamos falar sobre meditação. E como sempre, quero começar com a definição do ato. Conforme o dicionário Aurélio, “Meditação” significa:

1. Submeter a exame interior; ponderar. 2. Estudar, considerar, refletir. 3. Concentrar intensamente o espirito em algo; refletir, pensar.

Muitas pessoas de meu convívio, sabem que pratico meditação regularmente há alguns anos. A propósito, falo sobre isso em minhas palestras e workshops. A meditação me auxiliou e me auxilia muitíssimo em meus processos de desenvolvimento pessoal, e foi um grande colaborativo para a cura de uma doença que enfrentei há alguns anos atrás.

Pretendo falar sobre isso, mais adiante.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-yoga

Apesar de sempre mencionar isso em eventos, e de até realizar algumas meditações guiadas durante os eventos, a verdade é que amigos, parentes, familiares, acabam descobrindo sobre a prática, sem que haja necessidade de dizer. Acho ótimo. Pois, apesar de enxergar com clareza os benefícios do ato, e de levantar essa bandeira, não vejo necessidade de ficar “gritando aos quatro cantos do mundo”, que medito.

Algumas observações iniciais:

  • Quando digo que medito e que não pertenço a religião alguma, muitas pessoas ficam com cara de “quê?”. Observo que elas têm a dificuldade de aceitar que uma pessoa pode SIM praticar a meditação, mesmo não pertencendo a um grupo religioso. Elas acabam sempre conciliando a prática de meditar, com alguma religião. Então, se você está iniciando a prática, esteja ciente que será constantemente questionado sobre isso.
  • Outra coisa que sempre acontece com quem medita: sempre que as pessoas descobrem isso, elas acabam construindo aquela ideia utópica de que a meditação se restringe a um determinado grupo de pessoas que estão sempre equilibradas, sempre “de bem com a vida”, sempre em paz, sempre sorrindo, abraçando árvores, e pisando na terra. Acontece, que a meditação é para todos; do mais ansioso, ao mais paciente, do mais agitado, ao mais tranquilo, do mais extrovertido ao mais introspectivo, do mais comunicativo, ao mais silencio. Sem dúvidas, a meditação é para todos. Por isso, não se preocupe com as cobranças acerca disso. Faça o que é bom para você. Reprograme-se e viva de acordo com os seus próprios valores.
  • Outra coisa sobre meditar, é que muitas pessoas têm a prática como um ritual. Mas a meditação não é (em minha percepção) necessariamente um ritual. Bem, devo admitir que na iniciação do processo, foi necessário torná-la ritual, para que a partir daí, a compreendesse como parte do meu dia-a-dia. Mas atualmente, compreendo que a meditação pode ser uma prática constante, durantes as 24 horas de nossos dias. Descobri que posso praticar a meditação, executando tarefas variadas do meu cotidiano (por exemplo: enquanto vou ao mercado, enquanto caminho na rua, enquanto organizo minhas roupas, e assim sucessivamente). É importante seguir seu próprio ritmo.
  • É importante ter um momento específico de quietude. Um momento sozinho, sabe? Sozinho com seu ego, com seu superego, com sua mente, com sua alma, com seus pensamentos, com você. Uma horinha silenciosa de seu dia, para posicionar-se de forma confortável, e simplesmente refletir sobre tudo o que se passou ao longo daquele dia. Ou sobre algo em específico. Ou, inverta a ordem. Faça na primeira hora do dia, e reflita sobre tudo que poderá acontecer ao longo daquele dia. Vá adicionando a prática aos demais momentos, conforme os dias passarem.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-o-que-e-meditacao-guiada

Particularmente, gosto de amanhecer o dia, com uma meditação guiada.

Meditação guiada é basicamente quando deixamos que um fator externo conduza a nossa meditação. Esse fato ser tanto um áudio, uma música, um vídeo, ou alguém presencialmente nos conduzindo. A meditação guiada, pode ser feita em grupo. Mas ela age sempre de forma individual. Por isso, é super recomendável que você faça sozinho, em um espaço preparado para este momento.

Pausar minhas atividades diárias, para ter um momento especifico para meditar, tem sido algo muito importante em meus processos mais intensos e profundos de auto-conhecimento. Assim como, maior intimidade com o Soberano.

Em meu antigo blog, desenvolvi muitos artigos sobre o período qual tive depressão. E também contei sobre o período em que comecei a praticar a meditação guiada. Até disponibilizei inclusive, muitas meditações guiadas para download. Infelizmente, não possuo mais esse material. Mas, tenho trabalhado minha mente para compartilhar novos conteúdos sobre este assunto.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-como-quando-e-onde

Tudo começou, quando recebi meu primeiro livreto “Pão Diário”, qual continha meditações para vários dias do ano.

Desde então, passei a dedicar um momento do meu dia à fim de “examinar-me por dentro”, sem distrações. Focando apenas no meu interior.

No começo, não sabia como meditar. Apenas me sentava na cama, ficava inspirando e expirando, e ficava com a mente vazia. Ficava sem pensar em nada. Apenas isso. E fui percebendo que aquilo não causava efeito algum. Continuava sendo a mesma pessoa; cheia de magoas, cheia de raiva, ansiosa, irritada, e completamente indisposta a viver mudanças. Até que eu descobri que o que eu fazia, na verdade, não era meditar. Eu apenas fugir da realidade; esvaziando minha mente de tudo, inclusive, de coisas boas.

O ato não fazia sentido. Afinal, você precisa pensar, refletir e encontrar as respostas dentro de você. Até que recebi a oportunidade de participar de uma aula de Yoga pela primeira vez, em uma associação qual trabalhei durante um tempo precioso em minha vida. Ali, tive o primeiro contato com o que de fato era o meditar e a meditação guiada. Percebi que tudo se tratava de uma mente plena e presente.

E como isso já estava tornando-se algo recorrente em minha vida, passei a reforçar meus conhecimentos sobre o assunto. Um livro que li e marcou muito essa iniciação em minha vida, foi “Em direção à nova consciência”. Este livro só me agregou. E me fez compreender as diferenças que existem em esvaziar a mente, e AQUIETAR A MENTE a mente, a fim de ouvir a voz do Altíssimo falando em nosso interior.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-percepcoes

Acredito -de verdade- que o Supremo Criador, tem a capacidade de nos modificar por completo. E para mim, Ele SEMPRE sera o único que consegue fazer isso com o ser humano. Conectar-me com Deus, é o melhor caminho que tenho para seguir. E eu amo seguir este caminho. Mas, geralmente, enfrento certo tipo de preconceito por algumas pessoas mais religiosas. Elas sempre questionam o fato de ter uma mente aberta, para coisas que – geralmente – pessoas com as mesmas raízes que tenho (raízes do judaísmo), costumam se posicionar contra. Compreendo. Mas, como sempre digo: “eu sei em quem tenho crido”. Vejo-me livre de preconceitos e pré-julgamentos sobre as coisas. E permito minha mente para que ela se abra. Permito que minha consciência expanda, receba o novo, conheça o que não sei, me apresente ao que eu ainda não fui apresentada. Alem do mais, acredito que mesmo havendo uma grande biblioteca para me instruir (a propósito, inspiradora!) chamada “Bíblia”, nada supre a sensação de ter as minhas próprias experiências, e trilhar o meu próprio caminho em busca de Deus.

No hinduísmo, eles acreditam em um deus chamado Shiva, que tem a função de destruir o que existe, para construir algo novo no lugar. Uma crença que partiu do cristianismo, inclusive. Também acredito nesse Deus, e costumo chamá-lo de Espírito de Deus. Para mim, o Espirito de Deus atua fortemente em minha consciência, mostrando-me que todos os dias, que preciso e posso ser reconstruída por Ele. O processo de desconstrução, dói. Mas, a reconstrução sempre será recompensadora. E durante esse processo de desconstrução, aquieto-me e ouço o que o Supremo está tentando me mostrar. E então, permito-me ser reconstruída novamente. Todos os dias.

beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira-pra-que-serve-a-meditacao

Benefícios da meditação para sua mente e espirito:

  • Você aprende a pensar e atuar com mais sabedoria e equilíbrio.
  • Aprende a desfrutar de cada instante, da melhor maneira.
  • Começa a se importar muito mais com o presente, do que passado ou futuro.
  • Perde o interesse em julgar as outras pessoas.
  • Não se rende facilmente aos conflitos. E pouco a pouco, torna-se menos interessado em debates, discussões e diálogos vazios.
  • Começa a observar que tempo e palavra, sao duas coisas preciosas, que nao devem ser desperdiçados.
  • Começa a observar o mundo a sua volta, com muito mais atenção e apreciação.
  • Sente contentamento com o que tem se tornado dia após dia. Mas sente-se cada vez mais necessitado de melhorias.
  • Sente-se conectado com as pessoas a sua volta, e com a natureza. Aprende a apreciar e contemplar tanto as pessoas, como a natureza.
  • Fica muito mais propenso às alegrias da vida, do que as tristezas.
  • Recebe melhor, todas as boas coisas da vida.
  • Torna-se verdadeiro. Torna-se quem realmente nasceu pra ser.
  • Você se conecta com Deus.

Com o passar do tempo, aprendi a meditar. Entendi duas coisas fundamentais:

1. A meditação deve ser feita frequentemente, diariamente, 24 horas por dia. Devemos ter um momento de quietude SIM, em nosso dia-a-dia. Mas devemos enxergar a meditação como parte de um processo de mudança e nova filosofia de vida.

2. A meditação não tem prazo para tornar-se funcional. Não precisamos ter pressa de chegar a algum lugar. Tudo acontece aqui, e agora. Tudo começa e termina dentro de mim, e tudo acontece no tempo em que deve acontecer.

Reflito sobre minha vida o tempo inteiro. Não de uma forma egocêntrica, como se apenas o meu próprio eu fosse importante no universo. Nada disso! Medito sobre mim, e penso sim em mim, a fim de ser alguém melhor para mim e para o outro. Medito, para estar aqui, agora, escrevendo para você. Medito para expandir.

E a prática em si, traz benefícios para a minha mente, para o meu espírito, e para meu corpo. Por falar em corpo… Quando comecei a meditar, fui observando pequenas coisas, que faziam toda diferença; por exemplo: aprendi a respirar. E bem, sou instrutora de dança. Isso devia ser uma regra. Mas foi através da meditação, que aprendi a respirar corretamente, de fato. E hoje, tenho a oportunidade de trazer isso às minhas aulas.

Fui conciliando a importância do tempo que estava dedicando a me examinar, me auto-conhecer, e me conectar com o Supremo, com uma boa postura, uma respiração correta, e todos os demais benefícios que ela proporciona para minha saúde. É um processo. E vamos progredindo, pouco a pouco.

Por sinal, você sabe quais os benefícios da pratica da meditação para a nossa saúde?

Benefícios da meditação para a saúde:

  • Reduz a dor.
  • Melhora o sistema imunológico.
  • Alivia a ansiedade, depressão, raiva, e confusão.
  • Aumenta o fluxo sanguíneo e diminui a frequência cardíaca.
  • Incentiva a inteligência e criatividade.
  • Confere uma sensação de calma, paz e equilíbrio.
  • Ajuda a prevenir doenças cardíacas.
  • Facilita o controle mental e emocional.
  • Aumenta a energia.
  • Reduz o estresse.

infografico-beneficios-da-meditacao-meditacao-guiada-blog-ponto-da-lira

Você gostou desse artigo?
Não deixe de enviar seu feedback para pontodalira@gmail.com
E se essa foi sua primeira visita ao blog, seja bem-vindo e volte sempre ao nosso ponto de encontro. Siga-me nas redes sociais, também.
Bisousinhos

Update: inclui um infográfico, para que o artigo (que por sinal, está bem grande) flua de forma mais dinâmica.


assinatura-blog-ponto-da-lira